Ubuntu Notícias

Administradora Lucélia Muniz

Nova Olinda-CE

Meu chão cearense

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira nossos Patrocinadores

Anuncie com a gente

Marketing Digital

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Pesquisador cearense participa da descoberta de espécie de pterossauro no Brasil

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 21 de agosto de 2019
Por Demitri Túlio (Fonte: O Povo)
O pesquisador cearense Renan Bantim, do Laboratório de Paleontologia da Universidade Regional do Cariri, está entre os cientistas que descobriram a nova espécie do réptil voador que habitou o território onde hoje é o estado do Paraná.
Uma nova espécie de pterossauro, que habitou o Brasil entre 80 e 110 milhões de anos, foi descrita e apresentada à comunidade científica na segunda-feira (19). O artigo, publicado na Revista da Academia Brasileira de Ciências e que revelou a existência do Keresdrakon vilsoni ou “Dragão espírito da morte” no território do Paraná, é assinado também pelo paleontólogo cearense Renan Bantim – doutor e pesquisador do Laboratório de Paleontologia da Universidade Regional do Cariri (LPU).

A pesquisa foi coordenada pelo Centro Paleontológico da Universidade do Contestado (Cenpaleo), no Norte de Santa Catarina, e analisou entre 2012 e 2014 fósseis de ossadas encontradas, em 1971, numa propriedade rural particular de Cruzeiro do Oeste, no Paraná.

Segundo Luiz Carlos Weinschütz, coordenador do estudo e professor da Cenpaleo, a nova espécie de pterossauro provavelmente vivia em pequenos grupos, em áreas desertas, com pouca vegetação e oásis de água. O réptil voador é contemporâneo dos dinossauros, carnívoro e foi considerado de grandes dimensões, com bico grande e forte.

Os pesquisadores concluíram que o Keresdrakon vilsoni tinha 2,50 metros de envergadura e pesava entre 15 kg e 20 kg. Como o réptil alado não tinha penas, ele teria de ser muito leve para voar com ossos muito finos. “Uma espessura de 1,5 mm”, segundo Luiz Carlos Weinschütz.
A nova espécie foi descoberta no cemitério dos pterossauros, no Paraná
A demora para a descrição e publicação sobre o Keresdrakon vilsoni se deu em consequência da descoberta de outros fósseis de animais na mesma região. Primeiro foram feitas as divulgações do pterossauro Caiuajara dobruskii e do lagarto Gueragama sulamericana.
O nome Keresdrakon é a junção de "Keres", que significa na mitologia Grega “espíritos que personificaram a morte violenta e estão associados a fatalidade”. E Drakon, também do grego antigo e é o verbete para “dragão” ou “enorme serpente”. Vilsoni é uma alusão a Vilson Greinert, voluntário do Cenpaleo que trabalha com as espécies do “cemitério dos pterossauros”. O fóssil do réptil alado está na coleção do Museu da Terra e da Vida, na Universidade do Contestado, em Mafra, e pode ser visitado.

GEOPARK ARARIPE
De acordo com o professor Renan Bantim, da Universidade Regional do Cariri (Urca), “a descoberta de mais uma espécie de pterossauro no bone-bed (cemitério dos pterossauros) abre um leque de possibilidades para estudos ecológicos comportamentais com base em fósseis. Principalmente com o auxílio da paleohistologia, uma técnica em evidência nas pesquisas mundiais, porém ainda pouco explorada no Brasil”. Bantim aplica o procedimento nos achados da Geopark Araripe, na bacia geológica que leva o mesmo nome no Cariri cearense.

Renan Bantim revela ainda que o Keresdrakon vilsoni é um pouco menor que a maioria dos pterossauros encontrados na bacia do Araripe, no Geopark da Unesco criado em 2006, no Ceará. Até hoje, foram descritos 25 pterossauros aqui. O Keresdrakon é apenas o segundo descrito no Brasil fora do Cariri cearense. “Isso amplia a possibilidade de encontrar outros animais em outras partes do País”, comemora o paleontólogo.

A investigação paleontológica do Cenpaleo foi feita em associação com pesquisadores do Laboratório de Paleontologia da Universidade do Vale do Cariri, com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Paranaense (Unipar), Museu Nacional/UFRJ e com a Universitat Autonoma de Barcelona.

Caminhão do Cidadão estará no mês de setembro em Santana do Cariri

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 21 de agosto de 2019
Com informações do Vereador João Cabral
A data do Caminhão do Cidadão em Santana do Cariri foi alterada para MELHOR ATENDER A POPULAÇÃO, o serviço será feito no período de 09 de setembro a 13 de setembro, desta forma ampliada a oferta de serviços públicos.
Na data anterior seriam apenas 2 dias com 140 senhas para emissão do RG, com a mudança da data serão oferecidas 400 Senhas para emissão do RG nos 5 dias no mês de setembro.

Com essa mudança de data é possível a população que irá fazer uso dos serviços, organizar as documentações necessárias e declarações para requisitar os documentos no Caminhão do Cidadão.

Nota de pesar aos familiares e amigos do jovem Gabriel Marques

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 21 de agosto de 2019
Na manhã desta quarta-feira, veio a óbito o jovem Gabriel Marques em um acidente de trânsito. O mesmo faleceu ainda no local do acidente. Amigos e familiares lamentam o ocorrido. Ele tinha apenas 16 anos de idade. O corpo está sendo velado na residência de seus pais no Bairro Cajueiros em Nova Olinda.

MENSAGEM
É sempre difícil encarar uma morte, ainda mais quando é de um ente querido da família ou do círculo de amizade, não é mesmo?  Dos que partem fica a saudade e as lembranças do que passou, por isso eles permanecem vivos em nossos corações e em memória. Recebam minhas condolências! Tenham fé que Deus aliviará o sofrimento e o transformará em serena saudade!

A missa de corpo presente será na Igreja Matriz de São Sebastião às 09 horas desta quinta-feira (22) e logo em seguida o sepultamento no Cemitério São Sebastião em Nova Olinda.

A EXTENSÃO DOS SENTIDOS LEVA A EXTENSÃO DOS AFETOS Por Cláudio De Musacchio

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 21 de agosto de 2019
Cláudio De Musacchio - Cientista do Comportamento Organizacional
Nossa materialidade corpórea não se resume mais a este corpo frágil com duas pernas e dois braços. Nossa locomoção agora não é mais designada pelo movimento de nossas pernas. Não nos deslocamos apenas fisicamente neste novo mundo. Agora somos muitos e estamos em vários lugares ao mesmo tempo. Criamos cópias virtuais de nós mesmos. Estamos experimentando potencialmente mais conexões por minuto do que um homem poderia ter na década de 60 durante um ano.

Conhecemos mais pessoas hoje por conta das redes sociais. Estabelecemos com elas trocas de sentimentos e emoções, às vezes muito íntimas, às vezes só profissionais, sem ao menos ter visto estas pessoas. Estamos produzindo novos sentidos e construindo próteses psíquicas capazes de nos ampliar neste mundo da informação e da velocidade. Estamos nos coisificando e criando sujeitos fora de nós. Umberto Eco erra também ao afirmar que a Internet deu ouvidos aos imbecis. Senão que de outra maneira haveriam de aprender a falar, senão falando errado, escrevendo errado. A internet apenas mostrou a face oculta da ignorância e expõe o indivíduo à crítica e a necessidade de se aperfeiçoar, estudar, melhorar. A Internet mostrou como os imbecis podem deixar de sê-lo.

Não é verdade que as sociedades estão se transformando em sociedades líquidas. Pelo contrário, a liquidez mencionada pelo Baumann sugere maior aderência e intercâmbio entre diferentes culturas, idiomas, modos de vida. Sabemos mais sobre a Somália hoje do que sabíamos sobre outros bairros da nossa cidade, algum tempo atrás. Temos mais informações sobre o que acontece no mundo no formato instantâneo, vindas pelos diferentes afluentes tecnológicos e sobrecarregando nossa caixa postal de mensagens. Estamos mais sujeitos a refazer nossa trajetória em menos tempo, corrigindo nosso querer e o nosso fazer profissional. Estamos em constante aparelhamento revolucionário de nós mesmos. Produzimos mais perguntas do que respostas sobre o que nos rodeia. Estamos nos reconstruindo o tempo todo e produzindo conexões nunca vistas antes.

E este mar de produções de emoções, sentimentos e informações leva nossa plasticidade cerebral e nossa genética a produzir soluções químico-biológicas para dar conta dessa profusão de conexões. É errado dizer que estamos sucumbindo ao volume de informações das relações sociais. Estamos sim, nos adaptando a novas realidades e relacionamentos. Augusto Cury, outro pensador, que discursa dizendo que é prejudicial a saúde, tamanha dose de informações diárias, não compreendeu que o próprio organismo se incumbe de providenciar avanços genéticos, cognitivos e intelectuais para receber o novo comportamento. O cérebro é capaz de dar conta basta apenas se adaptar a tais volumes. As novas gerações já estão se ajustando a essa nova modalidade.

Se antes criávamos artefatos e ferramentas para facilitar nosso acesso ao mundo próprio, agora estamos nos alterando fisicamente, mentalmente, cognitivamente, para produzir uma nova matriz de identidade, meio homem, meio máquina. Estamos nos transformando em super-homens, dotados de mais força, mais visão, mais intelecto. Construímos novos botões e cintos de utilidades para interagir e modificar nosso próprio corpo, refazendo a cadeia DNA e prometendo alterações significativas.

Dentro dessa dinâmica de vida moderna, contemporânea, instantânea e espontânea, estabelecemos marcos regulatórios sobre nossa ansiedade e depressão. A depressão é o mal do século e da nossa nova genética, que deverá dar conta dessa compreensão de mundo. O que nos deprime é não termos condições de acompanhar a revolução dos materiais, e de não mais acompanharmos a produção desses materiais que nos tornam mais soberanos sobre o mundo próprio que estamos construindo para nós.

Ansiamos demais e nos deprimimos demais com a demora, posto que o tempo foi modificado e agora queremos as coisas imediatamente. Não queremos mais esperar, posto que a espera nos angustia e nos coloca em limbos de conflitos entre a materialidade, a mobilidade urbana, e a representação e participação do que está acontecendo a nossa volta.

Agora, não existe mais o amanhã. Agora ele passa a ser uma construção permanente de nós mesmos. O amanhã é construído paulatinamente pelas nossas ações, pelas nossas aprendizagens, e pelas relações com os outros. Na verdade, o amanhã está preparado para um outro ser que não sou EU agora. Eu mesmo estou me modificando na velocidade com que vivo cada momento, a ponto de não reconhecer meu EU que foi a dois ou três anos atrás. O amanhã não é mais um lugar no futuro, e sim, um desenho feito por nós num papel em branco. O amanhã virá, resultado do que fizermos neste papel em branco. O que vamos apresentar ao futuro será um novo EU e não este EU de agora.

O problema maior não é chegar no amanhã com um papel em branco de nós mesmos. É sim, um problema de não conseguir coexistir nesta sociedade que lá estará. Não ter a menor possibilidade de pertencimento fará de nós seres invisíveis, não existentes, mortos vivos numa sociedade em constante transformação.

A extensão dos sentidos leva a extensão dos afetos. Por isso, estude sempre. Não pare nunca de se reconstruir. E que sua extensão líquida possa lhe enviar a novos afetos. Seja feliz, exista. Construa um novo você. Mas comece hoje, agora mesmo.

terça-feira, 20 de agosto de 2019

PENA DE VIDA: A PORTA É PEQUENA E O CAMINHO É ESTREITO: "AMAR A TODOS. SERVIR A TODOS" Sathya Sai Baba

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 20 de agosto de 2019
Mensagem escrita pelo Prof. Bernardo Melgaço da Silva
e-mail: bernardomelgaco@gmail.com
YouTube: Amando e Conversando com Deus
Facebook: Educação para o Terceiro Milênio
"Não matarás" (Bíblia)
É mais fácil (e mais "humano") guilhotinar, enforcar ou eletrocutar do que compreendermos as causas das violências e guerras urbanas, nacionais e internacionais. "O caminho da pena de morte e da guerra é longo e sua porta bem larga. Pois, basta acusar, condenar e executar a sentença.

Muito simples. Eliminamos as "pragas" daninhas do meio social. Selecionamos as "peças" defeituosas da fabricação humana na produção social. Exterminamos as "feras" desvirtuadas que vivem soltas em nosso paraíso terrestre. Tudo muito simples. Basta separar o "joio" do "trigo". Selecionar o "mau" do "bom". O "fraco" do "forte". O "mal" do "bem". E com isso limpamos a sociedade e o mundo, e vivemos eternamente felizes em nossas consciências humanas.

Nem é preciso consultar Deus, porque ele não existe mesmo. ELE (Deus) é uma pura ficção das mentes fracas de pessoas ditas religiosas. Nem é preciso consultar a história, pois ela é um passado que queremos esquecer. E a Idade Média, nem é preciso falar dela, pois ela foi um erro infantil. Eles, na Idade Média, eram extremamente dogmáticos e por isso não sabiam o que faziam. Nós, agora, temos a "sabedoria" de que precisamos para julgarmos o bem do mal.

Está muito claro para nossa visão racional, que o mau é aquele que mata, estupra, violenta, corrompe, explode bombas no corpo e faz mil atrocidades. Os maus são aqueles seres impiedosos que não conversam com a vítima antes de exterminá-la. Esses impiedosos nem sabem o que é perdão. Não sabem o que é compaixão. É, eles precisam mesmo morrer e desaparecer.

Nós (do lado do bem) sabemos com certeza o que é ser piedoso, fraterno, amigo e sábio. Temos todas as qualidades morais para decidirmos quem merece viver e quem merece morrer. Não, Deus não existe. E, se ele existisse aprovaria tudo isso que pretendemos fazer. O que pretendemos fazer é conhecido cientificamente como "seleção das espécies". Os fracos de valores morais devem sucumbir perante os mais fortes moralmente.

A "seleção das espécies" da natureza humana ocorre através dos valores morais. E como nós (do lado do "bem") sabemos com certeza o que é um valor moral, podemos aplicar a lei de seleção. Nada errado nisso. A ciência já provou a existência dessa lei. Não, Deus nunca existiu. Isso é fantasia! Os religiosos não estão com nada. A ciência, sim ela está com tudo. E temos certeza que os cientistas aprovam.

Vamos acabar com essa selvageria humana. A violência da pena de morte e da guerra já! Todos unidos jamais seremos vencidos! Vamos votar a violência da pena de morte. Vamos fazer um plebiscito para um país melhor sem os violentos. E veremos que todo mundo que assiste televisão e lê jornal votará na pena de morte e na exclusão-exterminação dos maus. Não, a televisão e o jornal jamais incentivaram e propagaram ideias de violência.

Os filmes de violência não incentivam a violência, elas refletem um status quo desse mundo de violência. O povo tem consciência de que não está sendo induzido a uma votação premeditada. O povo é inteligente e sabe discernir entre o que é bem e o que é mal". É, gente criei esse texto (peço desculpas pelo tom irônico do discurso) para mexer um pouco com a mente e o coração dos senhores leitores.

No entanto, o problema é muito mais sério do que pensamos e imaginamos. Esquecemos que a Verdade de Deus esteve presente várias vezes entre os homens. Esquecemos o "não matarás". Esquecemos não só isso, mas muito mais. Esquecemos Sodoma e Gomorra. Esquecemos Roma. Esquecemos a Idade Média.

Esquecemos Jesus Cristo, Buda, Gandhi, Charles Chapin, Einstein, Freud, Descartes, Marx, Pascal, Alan Kardec, André Luiz, etc. Esquecemos as culturas orientais que nos falam de uma sabedoria milenar. Esquecemos que existe um Deus. E que para "vê-Lo, compreendê-Lo e segui-Lo", precisamos evoluir em nossa visão de mundo. Pois, a visão DELE é muito superior a nossa.

Estamos, no momento, abandonando o barco da sensibilidade e da inteligência, para agirmos pelos impulsos instintivos das emoções mais carentes de valores morais. É preciso reencantar o olhar, buscar a fé, reanimar o espírito com sabedoria e sensibilidade. Faz-se necessário o perdão, a compaixão e a compreensão. Glória a ti Einstein que uma vez disse: "Raros são aqueles que olham com os seus próprios olhos e sentem com sua própria sensibilidade".

Glória a ti Jesus Cristo que uma vez disse: "Vim para trazer luz aos cegos, e cegar os que estão vendo" Glória a ti Kafka que uma vez disse: "Da vida se tira vários livros, mas dos livros se tira pouco, bem pouco a vida" Glória a ti Buda que uma vez disse: "O louco que se diz louco esse tem algo de prudente, mas o louco que se diz sábio esse está realmente louco" Glória a ti D.Juan (índio mexicano) que uma vez disse: "O trabalho que se faz para ser infeliz é o mesmo para se fazer feliz"

Glória a ti Gandhi que uma vez disse: "O único tirano que aceito em minha vida é uma voz interior doce e suave" Glória aos verdadeiros sábios que perceberam com humildade que a vida transcende o que nós mortais humanos chamamos de "vida". Glória a esses sábios que com suas inteligências e sensibilidades decifraram um pedaço da consciência de Deus. E viram encantados a beleza da vida em cada ser humano independente de qualquer classificação de bem e de mal.

Esses homens transcenderam os homens comuns racionais-instintivos. Eles transcenderam a visão de mundo da humanidade racional. Duvido que esses grandes sábios, com todos esses conhecimentos acumulados aprovassem a pena de morte. E você também aprovaria?

"Obrigado Senhor (Deus-Pai), pela luz azul que saíram dos meus dois olhos. Obrigado Senhor pela "energia"-Amor que captei (com as pontas dos meus dedos) e que meu coração também se manifestou num êxtase magnífico. Obrigado Senhor pelo que vivenciei da dualidade ego-Self (percepção-consciência), e que me mostrou quanto é a nossa ilusão do "outro".

Obrigado Senhor pela sua voz doce e suave que embalou meu ser num momento extremamente difícil de crise existencial. Obrigado Senhor pelo perfume de sândalo que invadiu o meu apartamento, impregnou minha roupa e exalou em meu hálito. Esse sândalo era o teu hálito meu Deus-Pai. A luz que vi era tua luz. A voz que ouvi era tua voz. Os princípios que vivenciei eram teus princípios. Obrigado por todos os fenômenos que vivenciei, e mesmo se eu quisesse relatá-los todos não conseguiria descrevê-los".

Escrevo para todos aqueles que acreditam que o universo tem suas próprias leis naturais (não humanas), e para aqueles que acreditam que existe um Criador (Deus) para essas leis ou princípios. Einstein disse: "Deus não joga dados!". E nem faz estatística! Porque ele é a fé e a consciência holística do universo. E, Deus não aplica pena de morte, pois Deus é a própria vida. Ou melhor, ELE é a PENA DE VIDA.

A pena de morte é o próprio homem na sua visão de reino humano. O Reino de Deus é a glória à Vida independente de qualquer avaliação e contexto de bem e mal. "Quem tiver ouvidos, ouça" (Jesus Cristo) "O valor aplicado sobre o próprio valor gera autovalor" (K.Marx) A violência aplicada sobre a própria violência gera autoviolência.

E se Carlos Drumond de Andrade estivesse presente fisicamente, ele diria: "E agora José? José, para onde?". Que caminho seguir? E a consciência?: "Não julgarás. Não condenarás" (Jesus Cristo). Vamos atirar a "primeira pedra"? E depois vamos esperar o "juízo final"? Com certeza a PENA DE VIDA virá junto com o juízo final. A VERDADE É SUTIL Sabemos com certeza o que são "valores" humanos? Podemos "saber" se o mundo em que estamos vivendo é de ideias de valores?

Como podemos "saber" se estamos raciocinando ininterruptamente, enquanto os verdadeiros valores estão simetricamente oposto a este caminho de racionalização? Como podemos julgar a falta de valores em alguém se não sabemos como esses falsos valores penetraram na psique desse "réu"? Quem pode julgar a visão de mundo que contamina a todos já nos berços de infância?

Quando julgamos uma pessoa, julgamos a visão de mundo da civilização como um todo. O pensamento não é apenas uma descrição ou uma forma de idealizar o mundo, mas antes de tudo ele é ENERGIA. E como tal propaga de indivíduo para indivíduo principalmente quando vivem inconscientes de si mesmos.

A realidade é muito mais complexa do que a nossa vã filosofia e a nossa vã ciência possam imaginar. Daí que, quem tem o poder de julgar e condenar os atos de alguém? A partir de que lei e de que causa? "Sei que nada sei", disse um grande sábio da Antiguidade. Eu também, acreditava em muitas coisas.

Hoje, aprendi (com uma pequena menina pobre) "que não sabia que não sabia. E que, agora, sei que posso aprender". Sinceramente, não quero ser Juiz de ninguém! Tudo é possível de ser verdadeiro até que se descubra a Verdade de Deus-Pai. Homem de Boa Vontade. Escutai! Busque a Consciência. É o conselho que faço para que mais tarde não tenhas que condenar a ti mesmo. Pois, o "outro" somos nós mesmos. Não acredite apenas. Procure vivenciar os princípios de Deus-Pai, latentes na sua própria consciência.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Nota de pesar aos familiares e amigos do 1º Sargento PM Antonio Sarafim TELES

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 19 de agosto de 2019
Nota de pesar pelo falecimento do 1º Sargento PM Antonio Sarafim TELES, 49 anos, lotado na 3ª Cia do 10º BPM em Várzea Alegre-CE, vítima de acidente de trânsito. O militar era cunhado do Sargento Jairo Teixeira Neto e ingressou nas fileiras da Corporação em 03 de Agosto de 1992 e desempenhou desde então seu trabalho com dignidade em prol da segurança do povo cearense – conforme informações da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Que Deus possa confortar familiares e amigos neste momento de dor!
O corpo do 1º Sargento PM Antonio Sarafim TELES chegou agora a noite em Altaneira-CE onde está sendo velado. A missa de corpo presente acontecerá amanhã, dia 20 de agosto às 8h na Igreja Matriz de Santa Tereza de Jesus também em Altaneira.

25ª Edição do Ubuntu Notícias | QUADRO DE ENTREVISTAS, GIRO DA SEMANA, UBUNTU NEWS e COLABORADORES

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 19 de agosto de 2019
“Somos o resultado dos livros que lemos, das viagens que fazemos e das pessoas que amamos…”
E na 25ª Edição do Ubuntu Notícias recebemos em nosso QUADRO DE ENTREVISTAS - o Escritor, Poeta e Romancista - Geraldo Ananias Pinheiro. Ele que veio de Brasília até o Cariri para lançar seu 7º Livro - Marcas na Alma.

E no GIRO DA SEMANA:
Colabore com a 6ª edição da Semana Freiriana do Cariri
Leia mais em: https://bit.ly/2T712eO

E no dia 31 de agosto acontecerá a Missa da Saudade em honra ao autêntico nordestino, José Oêmio Timoteo de Arruda
Leia mais em: https://bit.ly/2LXKl4T

Como cuidar de gatos em ambientes urbanos?
Leia mais em: https://bit.ly/2Kmfewy

Ainda no UBUNTU NEWS:
Terra de cabinha – Pequeno inventário da vida de meninos e meninas do sertão está no PNLD Literário 2020
Leia mais em: https://bit.ly/2OLuIzN

Quero agradecer de forma especial aos nossos COLABORADORES que nos apoiam na realização de cada uma das edições! A vocês que nos acompanham receba todo o nosso carinho e nos encaminhe seu comentário ou vídeo dizendo o que está achando das edições em vídeo do Ubuntu Notícias!

Para quem quer se tornar um COLABORADOR entre em contato com a gente (88) 9 9964 3918 (WhatsApp).

domingo, 18 de agosto de 2019

Celebração Eucarística em memória dos Patronos ALB Araripe-CE | AÇÃO DE GRAÇAS

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 18 de agosto de 2019
“Os Patronos da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE são os exemplos que devemos seguir em honradez, simplicidade e prestação de serviço ao desenvolvimento histórico-cultural”.

Na noite do sábado (17) foi realizada a Celebração Eucarística anual em memória dos Patronos ALB Araripe-CE na Igreja Matriz de Santa Tereza no município de Altaneira-CE.

Na ocasião, momento de fé cristã, familiares dos patronos e acadêmicos elevam sua fé e orações em memória daqueles que compõem o quadro de patronos da ALB Araripe-CE.

Sobre a ALB Araripe-CE, seu presidente destaca que:
“Temos feito tudo o que nos é possível no tocante a ressignificação, o registro e a difusão da história, com foco na cultura regional Cariri Oeste. Acreditamos que a cultura eleva o homem aos mais altos níveis do conhecimento e da consciência política, intelectual, artística e humana. A ALB Araripe-CE têm sido aplaudida pelo trabalho que tem feito no Cariri Oeste, pois não mede esforços quando se trata da defesa da cultura e difusão da nossa história, da nossa gente e dos nossos ideais culturais”. Francisco Adriano de Sousa – Presidente ALB Araripe-CE.
Conheça os Patronos ALB Araripe-CE (im memoriam):
Cadeira 01 – José Evantuil de Sousa
Patrona – FAUSTA VENÂNCIO DAVID
Cidade - Altaneira

Cadeira 02 – Francisco Adriano de Sousa
Patrona – NOEMI DE ALENCAR ARRAES
Cidade - Araripe

Cadeira 03 – Francisca Ionete Pereira
Patrono – JOSÉ PEREIRA LIMA
Cidade - Araripe

Cadeira 04 – Francisco Torres Pimentel
Patrona – THEODOLINA RODRIGUES PIMENTEL
Cidade - Salitre

Cadeira 05 – Tereza Mara de Oliveira
Patrono – ELÓI FRANCISCO DA SILVA
Cidade - Salitre

Cadeira 06 – Eliziane Alves Barbosa
Patrono – PADRE RAIMUNDO ARAÚJO SILVA
Cidade - Araripe

Cadeira 07 – Antonia Lúcia Nunes de Alencar Almeida
Patrono – UMBELINO NUNES DE ALENCAR
Cidade - Araripe

Cadeira 08 – Linik de Deus Costa Lima
Patrona – JOAQUINA AMÉLIA DE SOUSA
Cidade - Araripe

Cadeira 09 - José Irisberto de Souza Ribeiro
Patrono - ÁLVARO JOSÉ DE SOUSA
Cidade - Araripe

Cadeira 12 – Raimundo Sandro Cidrão
Patrona – GENEROSA AMÉLIA DA CRUZ
Cidade – Santana do Cariri

Cadeira 13 – José Vandir de Araújo Alencar
Patrono – ALEXANDRE ALEXANDRINO DE ALENCAR
Cidade - Araripe

Cadeira 14 – José Saymon Rodrigues Pereira
Patrono – JOSÉ DALMIR RODRIGUES
Cidade - Potengi

Cadeira 15 – José Tarciano Rodrigues Nogueira
Patrono – OTACÍLIO RODRIGUES
Cidade - Araripe

Cadeira 16 – Indra Dias Timóteo
Patrono – JOSÉ OÊMIO TIMOTEO DE ARRUDA
Cidade - Araripe

Cadeira 17 - Luciana Muniz da França
Patrona - ANTONIA TELES BARBOSA
Cidade - Nova Olinda

Cadeira 18 – Maria de Fátima Amorim
Patrono – ANTÔNIO MENDES AMORIM
Cidade - Araripe

Cadeira 19 – Paulo Fabiano Alberto Nunes
Patrono – JOSÉ FREIRE DE GUSMÃO
Cidade – Santana do Cariri

Cadeira 20 – Luiz Carlos Salatiel de Alencar
Patrona – MARIA EMILIA DE ALENCAR BARBOSA
Cidade - Araripe

Cadeira 21 – Lúcia Maria de Castro Pires
Patrono – JOSÉ ALVES BATISTA
Cidade - Potengi

Cadeira 22 – José Roberto de Morais Silva
Patrono – ANTÔNIO PAULINO DE LIMA
Cidade - Araripe

Cadeira 23 – Francisca Ferreira de Lira e Silva
Patrono – ANTÔNIO JOSÉ DE LIRA
Cidade - Araripe

Cadeira 24 – Maria do Socorro Guedes Venâncio
Patrono – EUCLIDES GUEDES RODRIGUES
Cidade - Potengi

Cadeira 25 – Pedro Alves Cavalcante Neto
Patrono – ANTÔNIO ALVES CAVALCANTE
Cidade – Campos Sales

Cadeira 26 – Germá Martins dos Santos
Patrono – JOSÉ JÚNIOR LEITE
Cidade - Tarrafas

Cadeira 27 – José Humberto de Alencar Filho
Patrona – MARIA VERA LÚCIA RODRIGUES DE ALENCAR
Cidade - Araripe

Cadeira 28 – Antônio Hélio da Silva
Patrono – ANTÔNIO GIRÃO BARROSO
Cidade - Araripe

Cadeira 29 – Adriana Pereira Costa
Patrono – ALEXANDRE MANUEL DA SILVA
Cidade - Araripe

Cadeira 30 – Francisca Matos Arrais
Patrono – EZEQUIEL PEREIRA DE AMORIM
Cidade – Antonina do Norte

Cadeira 31 – Maria Oliveira Lino
Patrono – ANTÔNIO RODRIGUES DOS SANTOS
Cidade - Altaneira

Cadeira 32 – Elisângela Oliveira 
Patrona – ANTÔNIA JOSEFA DA CONCEIÇÃO
Cidade – Nova Olinda

Cadeira 33 – José Nicolau da Silva Neto
Patrono – JOÃO SABINO DANTAS
Cidade - Altaneira

Cadeira 35 – Lucélia Muniz da França
Patrona – MARIA CONSTÂNCIA DA FRANÇA MUNIZ
Cidade – Nova Olinda

Cadeira 36 – Raimunda Máximo Pereira Feitoza Costa
Patrona – BÁRBARA PEREIRA DE ALENCAR
Cidade – Campos Sales

Cadeira 37 – Antônio Rafael Sobrinho
Patrono – ANTONIO JOSÉ DOS SANTOS
Cidade – Tarrafas

Cadeira 38 – Maria Elói da Silva Oliveira
Patrona – ANTÔNIA ROSA RIBEIRO
Cidade – Salitre

Cadeira 39 – Mariano de Oliveira Carvalho
Patrono – MARIANO LIMA DE CARVALHO
Cidade – Campos Sales

Cadeira 40 – Maria Edvânia da Silva
Patrono – ENOQUE ANTÔNIO DO NASCIMENTO
Cidade - Araripe

Cadeira 41 – José Jesus Leite
Patrona – MARIA LUIZA LEITE
Cidade – Assaré 

Cadeira 42 - Antônio Crispim de Melo
Patrono - FRANCISCO CRISPIM DE MELO
Cidade - Assaré