Ubuntu Notícias

Administradora Lucélia Muniz

Nova Olinda-CE

Meu chão cearense

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Anuncie com a gente

Marketing Digital

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Doze (12) motivos pelos quais todo cidadão de Nova Olinda deve defender a candidatura de Idilvan Alencar

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 20 de agosto de 2018
Por Roberto Araújo
1. Pelas suas qualidades enquanto ser humano: seu caráter, honradez e honestidade;
2. Por ser filho de Nova Olinda;
3. Por tudo que fez e faz por sua terra: Escola de Educação Profissional, Escola Municipal, Creche, Quadras, Ampliação e reforma da Escola Padre Luís Filgueiras, Forte articulador de projetos e recursos financeiros para as escolas e para o município de Nova Olinda;
4. Por ser um dos principais responsáveis por colocar o Ceará em posição de destaque nacional em educação. A maioria dos estados do Brasil tem visitado o Ceará para conhecer os nossos avanços em educação e firmar parcerias... No IDEB de 2015, das 100 melhores escolas públicas do país, 77 eram do Ceará;
5. Por ser um dos principais responsáveis pela implantação de 119 Escolas de Educação Profissional no Ceará nos últimos 10 anos;
6. Por ser um dos principais responsáveis por transformar 111 escolas regulares para o tempo integral no Ceará. Hoje, de cada três escolas estaduais, 1 é de tempo integral;
7. O responsável pela implantação dos Centros Cearenses de Idiomas (CCI) – serão 13 no total;
8. Por fazer a diferença na vida de milhares de jovens através dos vários programas que os apoiam para o ingresso nas universidades: Enem, chego junto, chego bem; programa AVANCE (bolsa de estudo para estudantes de baixa renda que precisam cursar faculdade fora do seu município); Aprender Viajando, AoGosto do Aluno, Alunos que inspiram;
9. Por ser uma das pessoas responsáveis por criar a melhor política de cooperação entre o estado e os municípios cearenses. Essa é a melhor experiência brasileira de colaboração entre entes federados. O PAIC e o Prêmio Escola Nota 10. E ser um defensor do aumento dos recursos do FUNDEB;
10. Por ser um dos gestores da educação que mais apoiou a questão da cultura e do esporte nas escolas, através do evento “Alunos que Inspiram” e da construção de academias e ginásios nas escolas e da realização de eventos esportivos no AoGosto do aluno;
11. Por ser o cara que defende uma visão progressista na gestão pública, ao se posicionar de forma clara e firme acerca de alguns temas polêmicos: Ser contra a reforma do Ensino Médio da forma como foi implantada pelo governo Temer; Ser contra as ideias do movimento Escola Sem Partido e a favor da Escola como espaço de reflexão;
12. Ter um representante na câmara federal (além de ser motivo de orgulho) implica ter uma pessoa para defender os interesses de Nova Olinda, o que vai acelerar o desenvolvimento econômico e social do lugar.

E neste sábado (25), o Vaqueiro Bom de Farra, estará gravando seu DVD no Dalla’s Cariri

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 20 de agosto de 2018 
Você não pode perder, é nesse sábado dia 25 de Agosto, no Dalla's Cariri!
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

Crônica de um Domingo marcado pela tragédia da indiferença

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 20 de agosto de 2018
Por Lucélia Andrade
Professora de História da Universidade Regional do Cariri-URCA
Ontem, ao anoitecer, saindo da missa das 17:00h na catedral do Crato, enquanto caminhava tranquilamente para casa, ouvi um estampido seco. Em princípio achei que fosse algum tipo de bomba, e segui caminho. Mais uns passos adiante outro estampido, olhei em direção ao som, mas não me foi possível ver nada. Ao chegar do outro lado da rua, um terceiro estampido, seco. A ele seguiu-se um silêncio, e o meu pensamento ordenou-se: certamente aquilo não eram bombas. Quando ensaiei dar meia volta para ver o que ocorria, encontrei um casal, a moça visivelmente nervosa me dizia para não voltar, pois “um homem atirou numa mulher e correu”. Automaticamente pensei: mais um feminicídio para as estatísticas do Cariri.

Fiquei ali, no meio da calçada, parada. Não podia seguir caminho. Não como se nada tivesse acontecido, com a indiferença que nos é peculiar. Perto de mim, na calçada foi chegando mais gente. Em sua maioria mulheres. Atônitas, arregaladas, com medo (de novos disparos talvez) olhávamos com um olhar cúmplice, solidário. Ao relato que era mais uma de nós tombada em praça pública, no fundo todas sabíamos, conscientemente ou não, do que se tratava.

Paradas lá, não tínhamos muito o que dizer, não nos conhecíamos. Só tínhamos aparentemente em comum o feminino que nos caracteriza numa sociedade machista e misógina. Só relatávamos o barulho que todas havíamos ouvido. Naquele momento, apesar do ocorrido reinava certo silêncio.

Eu ainda não conseguia seguir meu caminho. Saí da inércia e fui em direção a um pequeno ajuntamento de pessoas que se formava. Lá, em meio a uma multidão que falava baixo entre si: “não dá para ver quem é”; “ele correu”; “alguém já chamou os bombeiros?”; vi o corpo estendido já aparentemente sem vida no banco da praça. Estava claro que ela não teve tempo de reagir. Apenas tombou de lado, vítima dos disparos que lhe ceifaram a vida. Mas, mais do que o corpo, para o qual não olhei muito, me chamou atenção a pequena bota de criança que estava junto dela no banco. As proximidades repletas de brinquedos infantis por causa da festa da Igreja, insinuavam que o dono daquele pequeno sapato devia estar por ali, brincando, enquanto ela do banco olhava.

Sem dúvida mais um feminicídio, pensei. Desses que não gostam que falemos, desses que muitos dizem não existir. Não procurei saber mais nada. Baixei a cabeça, desanimada, triste, cansada.  A igreja, cuja missa tinha acabado de terminar, e outra estava prestes a começar, celebrava naquele domingo a assunção de Maria. Maria, mulher, mãe, como aquela cujo corpo estendido no banco já sem vida era.

Caminhei para casa. A botinha no banco não saia do meu pensamento. Onde estava seu dono? Ele viu sua mãe tombar morta? Por que ele não estava ali ao redor? Teria se apercebido que aquela multidão se juntava em torno do corpo de sua mãe?

Mais ou menos 1 hora mais tarde, as redes sociais, os portais que noticiam a desgraça alheia veiculavam fotos do acontecido. Fotos do corpo morto, fotos da vítima, tiradas certamente das redes sociais. Fotos do assassino. Noticiavam também que este último havia levado consigo a criança, seu filho, depois de tirar a vida da mãe.

Todos chocados. Horrorizados, com algo que já se tornou corriqueiro no Brasil, esse país onde machismo, misoginia e feminicídio não existem, são apenas frutos de mimimi de esquerdopatas corruptos e de feministas “mal comidas”.

Algumas horas depois, desci para jantar. O sentimento de tristeza e impotência que me arrebatavam haviam também tirado minhas palavras. Ao passar pela praça, para minha surpresa, aproximadamente duas horas depois do crime, a missa corria normalmente.  Era uma missa festiva. Celebrava a assunção de Maria, mas era também dedicada à juventude, como o padre falara mais cedo: “aos jovens dos colégios católicos, e públicos da cidade”.

Esses mesmos jovens, com os quais não podemos discutir gênero, cuja nota que foi lida meses atrás na mesma catedral chamava de “ideologia de gênero”.  A Igreja que não quer que se discuta gênero é a mesma que continua sua missa, mesmo com o corpo de uma mulher assassinada pelo ex-companheiro estendido no banco da praça a poucos metros do altar.

Nos arredores da praça, a sociedade cratense lotava os restaurantes, comendo e bebendo alegremente. Todos, vez por outra dando garra de seus celulares e alimentando as redes sociais com a revolta e a comoção pelo ocorrido. Quando a tela do celular apagava, era mais uma risada, uma cerveja, uma garfada. E o corpo lá.

Na praça, crianças continuavam lotando os “pula-pula”, passeando em “motinhas” elétricas, correndo, comendo doces, pipocas.  O transitar de pessoas parecia perturbadoramente indiferente. A única coisa que anunciava que algo estava diferente era o amontoado de pessoas silenciosas cercando um banco da praça, onde jazia sem vida um corpo morto. Corpo de mulher, mãe. Corpo de Maria, que não teve sua assunção, teve a usurpação de sua vida. Enquanto as outras vidas seguiam indiferentes.

Então, senhores, senhoras, senhoritas, não falemos de gênero. Calemo-nos. Feminicídio é bobagem. É mimimi. Sigamos armando nossos “cidadãos de bem”, e entre o corpo sem vida de uma Maria e outra, festejemos.

Festejemos Nossa Senhora, bebamos nossas cervejas, comamos nossas pizzas, deixemos que nossas crianças brinquem com naturalidade nas proximidades de uma mãe assassinada e nos indignemos sobejamente nas redes sociais. Entre um zap e outro, o que vale é aparentarmos humanidade enquanto somos cada vez mais desumanos e insensíveis a dor do outro.
Afinal, feminicídio não existe, nem o corretor ortográfico do meu computador o reconhece. Não falemos de gênero. Continuemos em uma sociedade onde os homens são ensinados que as mulheres são suas posses, como coisas, e como coisas podem fazer de nós o que bem entenderem, até matar-nos em praça pública, porque isso já é coisa banal. Tradição, uns diriam. Nada mais potente que a força da tradição. Nada mais desafiador que a tradição. Quebremos essa tradição para que ela pare de nos matar.
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

Hoje acontecerá em Crato Ato em memória das vítimas de Feminicídio no Cariri

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 20 de agosto de 2018
Toda vez que uma mulher se vai, uma parte nossa vai junto com ela. Pare de nos matar.”
A Frente de Mulheres de Movimentos do Cariri convoca aos coletivos e sociedade civil a participar do ato em memória de Silvany Sousa e de todas as vítimas de feminicídio.

Silvany foi assassinada em praça pública, pelo ex marido, que não aceitava a separação. Assim como ela, outras oito mulheres foram vítimas de feminicídio esse ano. Foram 337 mulheres mortas em 2017. Em 2018, ano em que a Lei Maria da Penha completa 12 anos, passamos dos 219 assassinatos no Ceará. Assim como ela, todas nós somos vítimas do machismo e de sua manutenção na sociedade.

Hoje, 20 de agosto, às 18h, na Praça da Sé, em Crato.
Levemos velas e flores. Lutemos por nossas vidas.
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

sábado, 18 de agosto de 2018

E nesta quinta-feira, nosso Pároco Pe. César Retrão, estará celebrando seus 10 anos de Ordenação Sacerdotal

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 18 de agosto de 2018
Confira o convite veiculado através das redes sociais pela nossa paroquia – Paroquia de São Sebastião de Nova Olinda-CE!
CONVITE
“Tu és sacerdote para todo o sempre, conforme a ordem de Melquisedeque” (Hebreus 5:6)
Convidamos todas as comunidades, grupos, movimentos, pastorais e todo povo de Deus de nossa paróquia para se fazerem presentes, na Solene Celebração Eucarística em Ação de Graças pelos 10 anos de Ordenação Sacerdotal de nosso Pároco Padre César Retrão. A celebração será no dia 23/08 (quinta-feira) às 19h na Igreja Matriz de São Sebastião.
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Confira! - Projeto DECON Viajante em Nova Olinda

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 17 de agosto de 2018
Via WhatsApp de Elias Emerson Leite Ribeiro
Informamos a população de Nova Olinda que nesse dia 21 de Agosto (terça- feira), na Praça de Joda, será instalado o projeto DECON Viajante com início das 08h às 14h.  A população local será beneficiada pelos serviços oferecidos pelo Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (DECON) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do projeto DECON Viajante.

Os interessados poderão tirar dúvidas sobre seus direitos nas relações de consumo e registrar reclamações contra fornecedores. O veículo ficará estacionado na referida praça no período das 08 às 14 horas.

Além de permitir o acesso da população de cidades onde não há órgão de defesa do consumidor ao atendimento do DECON, realiza a emissão de documentos (RG e CPF), em parceria com a Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus).
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

O casal Fatinha & Almiro comemoram Bodas de Porcelana em Ensaio Fotográfico na Brugge - Euroville Medieval

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 16 de agosto de 2018
O casal Maria de Fátima Barbosa & Almiro Vieira, os pais do Felipe, comemoram seus 20 anos de união matrimonial em ensaio fotográfico no espaço temático Brugge – Euroville Medieval. Nós que fazemos a Frame Produções tivemos a honra de registrar através de nossas lentes o romantismo deste casal.
Eles que disseram SIM no dia 25 de julho de 1998 na Igreja Matriz de Senhora Sant’Ana em Santana do Cariri-CE, confirmando o Enlace Matrimonial diante de Deus, familiares e amigos.
20 anos não são 20 dias! E este casal prova que o amor nunca envelhece. Ele se transforma em algo poderoso, mais forte e maior. E vocês são a prova que é possível prolongar o amor ao longo da vida. Parabéns por completarem vinte anos de casamento!
Desejamos que a chama desse amor os mantenha sempre apaixonados e eternos namorados! Um matrimônio feliz depende da entrega do casal, do respeito e do sentimento. Vocês têm tudo isso e ainda mais. Sejam sempre felizes! São os nossos votos!
Vamos a mais algumas informações?
Bodas de Porcelana é o nome dado para a comemoração dos 20 (vinte) anos de casamento. De acordo com a cultura popular, uma das principais interpretações associadas a porcelana é a resistência, referindo-se ao fato do casamento manter-se intacto mesmo após duas décadas.
A porcelana é um tipo de cerâmica bastante delicada, sendo preciso muito cuidado para que não quebre. Em comparação com o casamento, a porcelana simboliza justamente o zelo e a atenção que o casal manteve ao longo dos 20 anos, responsável por ajudar a manter a união do matrimônio.
Outro detalhe que remete ao uso da porcelana como símbolo do vigésimo aniversário de casamento é todo o processo necessário para que este material atinja a sua máxima qualidade.
A palavra “boda” surgiu a partir do latim “votum”, que significa “promessa”. Assim, a principal intenção das comemorações das bodas de casamento é de renovar as promessas dos votos matrimoniais feitos no dia do casamento.
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

Idilvan Alencar, Deputado Federal 1213 lançará sua candidatura em Nova Olinda neste sábado

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 16 de agosto de 2018
A educação pública do Ceará teve um grande avanço nos últimos anos, mas ainda precisamos de muito MAIS EDUCAÇÃO para construir UM NOVO FUTURO para as crianças e jovens cearenses. De lápis em punho, com o livro aberto e a soma das forças da juventude, dos educadores e das pessoas que acreditam no poder de transformação da educação, lá vamos nós para essa caminhada.
O candidato Idilvan Alencar vai estar em Nova Olinda neste sábado (18) para participar junto com novo-olindenses e amigos do lançamento de sua candidatura em nosso município. Concentração a partir das 18:00h ao lado da Igreja Matriz!

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Rasga Lucena lançará em breve um Clipe em comemoração aos seus 04 anos como Radialista

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 15 de agosto de 2018
Mathias Ayslan Lucena do Nascimento, o nosso querido Radialista Rasga Lucena, tem um motivo muito especial para estar comemorando junto ao público os seus 04 anos de atuação na área de comunicação. Ele que encanta seus ouvintes com sua voz na locução em programas de rádio e shows de bandas. 
Para ele tudo começou aos 16 anos de idade quando ingressou como radialista na Nova Olinda FM 103,9. Conquistou um público muito significativo formado por artistas e pelos ouvintes e fãs do Cariri Oeste. A frente dos programas Domingo Musical e Programa SÓ FORRÓ conquistou a todos com seu carisma e dedicação! Atuando também como Locutor de Forró, Rasga Lucena, vem se destacando no Cariri, sendo conhecido em várias Bandas de Forró.
Sobre a produção do CLIPE comemorativo dos 04 anos de Radialista
Segunda Rasga Lucena o clipe já está sendo produzido e ficará pronto até o final deste mês. A produção do clipe terá como foco mostrar a rotina do Radialista Rasga Lucena de casa para a rádio. Já tem muita gente ansiosa para ver este clipe.
O mesmo está sendo dividido em 05 gravações:  ao sair de casa para a rádio, chegada na rádio, apresentação na rádio, vai ter também uma gravação numa festa e outra parte que vai ser gravada em Santana do Cariri. Quem está na incumbência de fazer a produção do Clipe é a Excellence Marketing Digital.
“É um motivo de muita alegria poder está gravado esse clipe que expressa meu carisma com as pessoas”, disse Rasga Lucena. Ele ainda afirmou que no clipe vai estar mostrando seus bordões e partes que dança durante sua apresentação na rádio, onde grava stories para o Instagram.
Rasga Lucena não esconde que é um apaixonado por sua profissão, um garoto humilde, determinado e muito dedicado. O mesmo atua na Rádio Nova Olinda FM e é um fenômeno de audiência. Atualmente apresenta na referida rádio os Programas Sabadão de Ouro e o Domingo Musical.
E os frutos deste talento já começaram a chegar! Ele já recebeu 03 destaques de opinião pública: 02 destaques aqui em nosso município, Nova Olinda, em 2016 e 2017 consecutivamente, onde foi considerado o Melhor Locutor. Lembrando também que em 2017 ainda recebeu um destaque regional como Locutor Revelação do Cariri no Prêmio The Oscar Cariri 2017
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

Jovem ativista novo-olindense, Alan Cordeiro, tem trabalho selecionado para o VII Seminário Internacional Gênero, Cultura e Mudança

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 15 de agosto de 2018
O evento do VII Seminário Internacional Gênero, Cultura e Mudança acontecerá entre os dias 11 e 16 de setembro de 2018, em Fortaleza, Ceará. Após a participação de pessoas de todo o Brasil, o Curta O Gênero divulgou os trabalhos selecionados que vão compor os Simpósios Temáticos do VII Seminário Internacional Gênero, Cultura e Mudança.
Dentre os trabalhos selecionados está o do novo-olindense, Alan Cordeiro - estudante do 3° ano da EEM Padre Luís Filgueiras, Militante do coletivo Kizomba e Ativista dos direitos humanos. O trabalho dele tem como título - DISCUTINDO GÊNERO E SEXUALIDADE DENTRO DO AMBIENTE ESCOLAR: DESCONSTRUIR EM BUSCA DE CONSTRUIR UMA SOCIEDADE MAIS HUMANA E IGUALITÁRIA inscrito no Eixo Gênero, educação e comunicação tendo como orientadora a Profa. Ms Cícera Tayane Soares da Silva.

A data da apresentação será na quarta-feira, dia 12 de setembro nas Salas do Sesc Iracema tendo como Coordenadoras a Profa. Dra. Ana Veloso (UFPE) e a Profa. Dra. Soraya Barreto (UFPE).

Já no dia 1º de setembro acontecerá a inauguração da Exposição Contrastes e Expressões de Gênero, que ficam em cartaz até o dia 30. Entre os dias 11 e 16 será realizado o Seminário, a Mostra Audiovisual, Flash Tattoo, a Feira Criativa e de Livro, Performances e algumas novidades exclusivas desta edição! Nos dias 15, 16 e 22 e 23 serão desenvolvidas atividades teatrais com o Gênero em Cena.

Confira algumas palestrantes já confirmadas para a edição deste ano no evento!
Mariana Mora é mais uma integrante da Mesa: Feminismos latinoamericanos frente ao neoliberalismo, conservadorismos e colonialismos, que vai acontecer no primeiro dia de #CurtaOGenero2018. A convidada vem diretamente da Cidade do México para enriquecer o debate! Mariana é investigadora e professora associada do Centro de Investigações e Estudos Superiores em Antropologia Social na Cidade do México, Doutora em Antropologia pela Universidade do Texas, Austin e Mestra em Estudos Latino-americanos pela Universidade de Stanford. Seus temas de investigação incluem: antropologia jurídica, gênero, processos de racialização e violência; movimentos sociais, descolonialidade e formação do Estado.
Vera Regina Rodrigues da Silva para compor a Mesa: Feminismos latinoamericanos frente ao neoliberalismo, conservadorismos e colonialismos. Vera é professora da Unilab, coordenadora do projeto “Mulheres Negras Resistem – Processo Formativo teórico-Político” e pesquisadora na área de “Antropologia das Populações Afro-brasileiras”. 
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Confira as obras publicadas por alguns Escritores do Cariri Oeste da ALB Araripe

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 14 de agosto de 2018
“O processo de leitura possibilita essa operação maravilhosa que é o encontro do que está dentro do livro com o que está guardado na nossa cabeça.” Ruth Rocha
Quer uma boa sugestão de leitura? Segue algumas sugestões das obras dos Escritores do Cariri Oeste que compõem a Academia de Letras do Brasil – Seccional Araripe-CE.

Através da Literatura Regional temos o registro da história da nossa gente, da nossa cultura e do nosso lugar. Quem abre um livro assim irá de alguma forma se encontrar em meio a lugares, personagens e histórias que se remetem as suas memórias, a sua realidade.

Publicações do Escritor Raimundo Sandro Cidrão:
- Resgatando a Memória de Santana do Cariri (3 edições);
- Ainda resgatando...;
- Pedaços de mim;
- Reescrevendo Patativa do Assaré;
- Você sabia?;
- Resgatando uma história de fé: Benigna;
- Benigna: um lírio no sertão cearense;
- Revivendo o passado;
- Resgatando a história do município de Altaneira;
- Madrinha da Farmácia peregrina da fé;
- Restaurando a memória fotográfica santanense;
OBS: publicações diversas - cordéis, revista, folhetos.

Publicações do Escritor Francisco Adriano de Sousa:
- Vivi um grande amor;
- Dona nem, 92 anos de história;
- Dois dedos de prosa;
- Araripe, cidade da Gente.

Publicações do Escritor Germá Martins:
- Que rádio é esse? – Contos;
- Poesia agora (antologia) – Poesia;
- VIII coletânea século XXI (antologia) – Poesia;
- As aventuras de Rob Porto – Quadrinhos.

Publicações do Escritor Antônio Hélio:
- Refúgio - livro de poesias;
- ZÉ Besta - Oiăo Tu Quase Matô Papai (cordel);
- Recado da Terra ao Homem (cordel);
- Dois Dedos de Prosa (coletânea de crônicas) – coautor.

Publicações do Poeta e Mestre da Cultura Antonio Rafael
- Tarrafas povo e Cultura;
- Filho de peixe, peixinho é;
- Contadores de história;
- Rafa e Rafinha;
- Versando e mostrando;
- Aroeira virou Tarrafas;
- Tarrafas virou Princesa;
-  Estudando Patativa.

Publicações do Escritor Mariano Carvalho:
- Cartografia Participativa e Planejamento Urbano: experiências de práticas colaborativas no ambiente escolar em Campos Sales, Ceará.
 
Ler é muito importante para qualquer pessoa. Está mais que comprovado que quem adquire o hábito de ler com muita frequência, melhora a sua escrita e também a sua fala.
Viajar pela leitura
sem rumo, sem intenção.
Só para viver a aventura
que é ter um livro nas mãos.
É uma pena que só saiba disso
quem gosta de ler.
Experimente!
Assim, sem compromisso,
você vai me entender.
Clarice Pacheco
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html