Ubuntu Notícias

Administradora Lucélia Muniz

Nova Olinda-CE

Meu chão cearense

Dica de Leitura

"A leitura de um bom livro alimenta a alma e engrandece nossas emoções"

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

Ubuntu Notícias Oferecimento

Confira os nossos Patrocinadores

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Oficina EVOLUÇÃO DA MOEDA BRASILEIRA AO LONGO DOS ANOS por Lucélia Muniz

Lucélia Muniz* 11 de dezembro de 2017 – Ubuntu Notícias
*Professora e Blogueira

Na quarta-feira (06) tive a oportunidade de participar da II Feira das Profissões – II FERA (Finanças, Edificações, Redes de Computadores e Agronegócio) promovida na EEEP Wellington Belém de Figueiredo. A convite do Coordenador do Curso Técnico em Finanças – o Professor Renan Diniz – tive a oportunidade de ministrar a oficina com o tema - EVOLUÇÃO DA MOEDA BRASILEIRA AO LONGO DOS ANOS.
Para abordar este tema foi preciso parar para estudar mesmo! Afinal, já se foram tantos planos econômicos tentando solucionar crises e ao estarmos num cenário político e econômico também instável é preciso olhar todo esse processo com muita atenção.

Comecei falando do escambo - troca de mercadorias ou serviços sem fazer uso de moeda, - da vinda da família real para o Brasil e a instituição do Banco do Brasil e daí as primeiras moedas a serem cunhadas (em ouro, prata, bronze).
No Brasil Império veio o Padrão Real de 1833-1888, depois a República Mil-réis de 1888-1942. O Cruzeiro foi criado dia 05 de outubro de 1942, mas só passou a valer como unidade monetária a partir da meia-noite do dia 31 de
Outubro de 1942. Ele substituiu o padrão Mil-Réis, que causava problemas por ter divisão milesimal.

O Cruzeiro Novo foi implantado no dia 13 de fevereiro de 1967. O Cruzeiro, padrão monetário desde 1942, perdia três zeros e se transformava em Cruzeiro Novo. O Cruzeiro Novo foi o único padrão monetário que não teve cédulas próprias. O Cruzeiro substituiu o Cruzeiro Novo em 15 de maio de 1970, sendo que um Cruzeiro valia um Cruzeiro Novo. Durou até 27 de fevereiro de 1986.

O Cruzado é proveniente do Plano Cruzado, implantado pelo governo Sarney. O Plano tinha como objetivo combater a inflação e aumentar o poder aquisitivo da população. A partir do dia 28 de fevereiro de 1986, mil cruzeiros passaram a valer um cruzado. O Cruzado Novo entrou em circulação no dia 15 de janeiro de 1989, na segunda reforma monetária do presidente José Sarney.

O Cruzeiro foi reintroduzido como padrão monetário em substituição ao "Cruzado Novo", como parte do "Plano Collor", sem ocorrer a perda de três zeros. Já o Cruzeiro Real foi implantado no 1º de agosto de 1993, substituindo o Cruzeiro, por excesso de zeros.

O Real foi lançado em 01/07/1994 pelo Plano Real no governo Itamar Franco, com o objetivo de criar uma moeda forte e acabar com a inflação. Primeiramente foi estabelecido um índice paralelo para efeito de transição, a Unidade Real de Valor (URV). A Conversão de Cruzeiros Reais para Reais foi feita mediante a divisão do valor em Cruzeiros Reais pelo valor da URV de CR$2.750,00.
Além de mostrar como se deu a introdução dos planos ao longo do tempo também falei sobre a utilização de carimbos nas cédulas na transição de um plano para outro.

Curiosidade
Você sabe quem é aquela moça que aparece nas notas do real?
Você já percebeu que, nas cédulas em circulação no Brasil, além dos diversos animais que estampam a face reversa — como a arara nas cédulas de R$ 10,00 e o mico-leão-dourado nas de R$ 20,00, também existe uma moça que aparece em todas as notas de real? A figura se parece à escultura de uma mulher, toda séria e sem olhos, ilustrando o lado anverso de todas as cédulas. Mas, afinal, quem é essa moça?

De acordo com o Banco Central do Brasil, trata-se de uma efígie simbólica, ou seja, uma ilustração que representa a República. No nosso país, ela foi interpretada sob a forma de uma escultura, e a imagem original que serviu de inspiração para essa representação foi o quadro “A Liberdade Guiando o Povo”, de Eugène Delacroix, no qual a Liberdade é apresentada na forma de uma mulher.

Coleção das moedas de 1 real das olimpíadas 2016
O Banco Central lançou 17 modelos de moedas de R$ 1,00 para as Olimpíadas 2016, feitas em aço como as moedas normais, com desenhos das modalidades esportivas e das mascotes dos Jogos.  Elas foram colocadas em circulação, ou seja, qualquer pessoa pode ter recebido uma de troco. O BC autorizou a fabricação de 20 milhões de cada modelo.
Nesta parte da oficina fiz uma brincadeira com os alunos para que os mesmos tentassem acertar as modalidades esportivas ilustradas nas moedas olímpicas. E, como o Curso de Finanças está mantendo um acervo de cédulas e moedas antigas para um banco de estudo e pesquisa aproveitei para deixar um exemplar desta coleção.
Durante a oficina fiz uma exposição com algumas cédulas e moedas dos referidos planos e também de cartão de crédito e de contas de banco, a exemplo do BEC-Banco do Estado do Ceará que foi comprado pelo BRADESCO.
Agradeço aos amigos e colegas de profissão os Professores da Base Técnica de Finanças - Renan Diniz e Daniele Figueiredo! Obrigada pelo convite para participar deste momento tão importante na formação de nossos alunos! Aos alunos minha gratidão e anseio de que todos possam conquistar seus sonhos e espero ter contribuído com a aprendizagem de vocês! Obrigada também aos monitores que auxiliaram nas atividades - Vinicius Duarte, Camilla Hellen e Lucas Rodrigues do LEI.

Oficina PARTICIPAÇÃO DA MULHER NA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO por Lucélia Muniz

 
Lucélia Muniz* 11 de dezembro de 2017 – Ubuntu Notícias
*Professora e Blogueira

Na quarta-feira (06) tive a oportunidade de participar da II Feira das Profissões – II FERA (Finanças, Edificações, Redes de Computadores e Agronegócio) promovida na EEEP Wellington Belém de Figueiredo. A convite do Coordenador do Curso Técnico em Redes de Computadores – o Professor Claudio Luan Freire Façanha – tive a oportunidade de ministrar a oficina com o tema - PARTICIPAÇÃO DA MULHER NA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO.

Quero compartilhar através desta matéria a importância da escola está trazendo temas tão pertinentes. Ora, tive que buscar informações e de acordo com muitas experiências as quais já vivenciei fui dando um norte a minha fala. Já sabia que as estatísticas não eram favoráveis em termos de mercado de trabalho, mas ainda assim, tomei um susto.

Conforme matéria do Blog Configr, o discernimento entre as escolhas de profissões já tem um começo logo na infância. A sociedade acaba impondo que existem escolhas para profissionalização para meninos e meninas. Há um tempo não muito distante as profissões do campo da humanas ou linguagens eram tipicamente femininas. Ou seja, pensar em algo, como se formar na área de exatas, era formação para homem. Praticamente não se encontraria uma mulher sendo professora de matemática, por exemplo.

“Desde cedo, as pessoas ‘aprendem’ que existem habilidades mais qualificadas como femininas e outras como masculinas, e isso se traduz na escolha profissional. As mulheres se concentram no mercado de trabalho e nas fileiras universitárias nas carreiras relativas às áreas do cuidado, como de educação, saúde e comunicação”. Bárbara Castro, doutorada em Sociologia especializada em relações e trabalho no setor de tecnologia

A associação da área tecnológica e de exatas como o universo masculino, processo histórico e socialmente construído, é reproduzida e incorporada pelos indivíduos nos processos de socialização escolar e familiar. Geralmente as mulheres começam a ter acesso à tecnologia da informação quando há um interesse próprio, busca para ter uma bagagem em que as podem levar a uma melhor vida profissional na área.

Apenas 20% do mercado de TI são ocupados por mulheres, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). São mais de 580 mil funcionários no meio e as mulheres representam um número muito inferior. O percentual mostra-se baixo e alguns ainda dizem que é por falta de interesse das mulheres.

A realidade é mais diferente do que o pensamento acima. Ainda existe, infelizmente, um enorme preconceito em cima do sexo feminino. Por ser uma área predominada por homens, muitas vezes as mulheres são vistas como incapacitadas ou sem condições de acompanhar os cursos da área de Tecnologia da Informação até o fim.

Até em grandes e reconhecidas empresas, o número em porcentagem, de participação feminina é sempre inferior:
Google — 30%;
Facebook — 31%;
Apple — 30%;
Twitter — 30%;
Yahoo! — 37%;
eBay — 42%;
Linkedin —39%.

Fazendo uma reflexão, no caso do Curso de Redes de Computadores da EEEP Wellington Belém de Figueiredo, penso ser inadmissível uma concedente (empresa que recebe o estagiário) não receber uma aluna por acreditar que a mesma é frágil demais para atuar ou ter seu conhecimento considerado inferior se comparada com um colega do sexo masculino. Se uma aluna recebe a mesma formação dada ao aluno, ambos estão em pé de igualdade. Concordam? Exemplificando!

Aí levanto outra questão relacionada ao desrespeito, como questões de assédio ou quando em muitas empresas a promoção vem vinculada ao envolvimento com o patrão. Nós mulheres, não somos objeto e devemos ser tratada com respeito!    

Voltando ao cenário brasileiro!
Parece que 2015, conforme a revista Exame.com foi o ano das blogueiras de moda/beleza no Brasil. As mesmas estiveram em destaque em programas de rádio, comerciais, nas TVs abertas e fechadas, eventos de moda e beleza, e claro, na própria internet. Elas proporcionam às suas leitoras diversão, cultura, dicas de maquiagens, dicas capilares, dicas de looks e levantaram a autoestima de um público cada dia maior. No Brasil 50,9% dos blogs são femininos e 49,1% são masculinos.

Vencendo obstáculos!
Precisamos ver mais mulheres graduando em cursos de tecnologia e termos mais profissionais capacitadas para o cargo de TI. Toda mulher que deseja entrar nessa área tem o seu potencial. E em como muitos cursos, é preciso estudar, ter força de vontade, aprender sobre tecnologias, dominar outros idiomas é um diferencial e muita determinação.

A porta está aberta para todas as mulheres.
E não pretendemos fechá-la!!!
“Lugar de Mulher é onde ela quiser!!!”

domingo, 10 de dezembro de 2017

O atleta Aparecido Silva é pódio no Circuito de Corrida SESI Fortaleza

O CIRCUITO DE CORRIDA SESI
O Circuito de Corrida SESI é uma prova de pedestrianismo à distância realizada desde 2008. Este ano, o evento acontece no dia 29 de outubro, no Recife (PE); no dia 19 de novembro, em Maceió (AL); e em Fortaleza (CE), neste domingo dia 10 de dezembro, todos com provas de 5 km e 10 km. A expectativa dos organizadores era de uma participação de 3.900 pessoas por cidade. A Corrida premia duas categorias, Industriários e demais participantes com troféu e premiação em dinheiro.
A etapa do Circuito de Corrida Sesi 2017 Fortaleza começou bem cedinho às 6h30min no aterro da praia de Iracema! O circuito de 5km de Fortaleza começou no aterro da Praia de Iracema, seguindo pela Beira Mar, continuando pela Av. Pessoas Anta, retornando e finalizando na Raimundo Girão. Para os corredores mais audaciosos da prova de 10km, o trajeto começou igual, mas continuou em sentido oposto pela Beira Mar até o Parque Bisão, retornando e voltando para o ponto de largada, na Raimundo Girão.

O Atleta Aparecido Silva, coordenador do Grupo de Atletismo Os Voluntários de Nova Olinda, competiu na categoria industriário pela Empresa Star Gesso, obtendo o 3º lugar nos 10 km do circuito. Ele que vem se recuperando de uma lesão, mesmo assim mostrou resultado e garra. Pelas redes sociais deixou a seguinte mensagem: “Senhor muito obrigado por tudo! Sou muito grato! Só tenho a agradecer a te Senhor e a meus familiares! Meus alunos do atletismo sabem o quanto lutei estes últimos dias de preparação! Lutando contra uma lesão que me incomodava tanto, mas acreditei até o último instante que daria certo e estou hoje aqui agradecendo pelo bom resultado”, afirmou o atleta Aparecido Silva.
O também atleta, João Paulo (O Pipoca), também fez bonito no circuito conquistando o 4º lugar geral na prova dos 05 km.

Parabenizo estes dois atletas por mais esta conquista! Nova Olinda muito bem representada!

sábado, 9 de dezembro de 2017

Discurso de ódio é disseminado diariamente através das redes sociais!

Lucélia Muniz* 09 de dezembro de 2017 – Ubuntu Notícias
*Professora e Blogueira
Não diria que nos últimos dias, mas nos últimos anos venho presenciando a disseminação de discursos de ódio através da Internet como verdadeiras “ervas daninhas”. Um ambiente onde poderíamos democratizar informações voltadas para a construção de políticas públicas e acima de tudo o RESPEITO! Infelizmente este ambiente deu voz ao preconceito, a discriminação e a exclusão!

Não vejo embasamento nem coerência em muitos textos escritos muitas vezes de forma ambígua! É como se fosse pra “bater de frente” mesmo! Afinal, fico me perguntando onde entra os argumentos? Cadê os argumentos? Não respeitar a opinião do outro e se utilizar de um discurso de ódio pode até ser fácil e isso se percebe pela quantidade de comentários nesse nível catastrófico. Ora, convença pelos argumentos! Ou você não tem argumento? Ou seus “argumentos” não convencem? Nem pode obrigar o outro a ser parte de sua ideologia, principalmente, quando sua ideologia é pautada no preconceito e na exclusão das minorias, os menos favorecidos e menos assistidos!

Infelizmente tive que bloquear algumas pessoas de uma rede social, o Facebook, não discuto com quem quer que seja pelas redes sociais. Se quiserem conversar pessoalmente estou totalmente aberta ao diálogo. Afinal, quando a conversa sai do campo das ideias e do respeito já não se configura mais como diálogo. Se configura como desrespeito ao outro e manifestação de repúdio ao outro.

Quando vejo manifestações pautadas num discurso de ódio é como se todo dia tivéssemos que ser obrigados a tomar uma dose diária de veneno. Numa sociedade doente podemos estar propensos a adoecer também. Por isso, estou tomando minhas medidas, zelando pela minha saúde! Não vou tomar essa dose diária de veneno, guarde seu discurso de ódio para você!

Numa época marcada pelo conservadorismo e a imposição de leis sem fundamento humano é preciso plantar e disseminar AMOR, talvez assim um dia o terreno volte a ser fértil e consigamos combater as “ervas daninhas”.

Estudar para alguns virou até sinônimo de afronta! Ora quer saber da minha trajetória de vida, do quanto me esforço dia a dia para conseguir um espaço para sobreviver nesta sociedade tire seu calçado, dispa-se de seus pré-conceitos e faça a minha caminhada.

Cada um faz a sua história! Agora se a sua história contribui com a sociedade ou não, pense e reflita um pouco! O estudo traz luz e combate a ignorância e isso chega pela sabedoria e acima de tudo pelo reconhecimento do outro enquanto ser humano! Ontem lutei, hoje continuo lutando e para amanhã vou continuar lutando, sonhando com uma sociedade mais justa e igualitária para as próximas gerações!

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Estudante Alan Cordeiro da KIZOMBA relata sua participação no 42º CONUBES

Nos dias 1º e 02 de dezembro o estudante Alan Cordeiro esteve participando do 42º CONUBES-Congresso Nacional de Estudantes Secundaristas realizado em Goiânia que reuniu mais de 10 mil estudantes.  O mesmo esteve presente na Plenária ENEGRECER, na Plenária da Marcha das Mulheres, na Plenária LGBT e na Plenária da KIZOMBA. E, por fim, no último dia do evento participou da Plenária para escolha da nova diretoria da UBES-União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.
No evento ainda aconteceu o ato em comemoração aos 70 anos da UBES e homenagem a todas as diretorias que já estiveram à frente da referida instituição.
Ao falar das plenárias que teve oportunidade de participar, Alan Cordeiro, chamou a atenção para a importância dos jovens estarem defendendo os direitos das minorias e dos menos favorecidos, uma vez que não precisa ser mulher para defender os direitos das mulheres, de ser homossexual para defender os direitos LGBT ou negro para defender o direito dos negros.
Destacou que na Plenária ENEGRECER foi ressaltado questões relacionadas ao preconceito onde muitos jovens negros ainda vivenciam situações no ambiente escolar ou até mesmo em suas comunidades. Porém, ainda assim, estão inseridos em organizações para lutarem por políticas públicas de valorização do jovem negro. “Vidas negras importam! Existimos, resistimos e permaneceremos!”
Enquanto que na Plenária da Marcha das Mulheres foi debatido a importância da mulher estar inserida nas lutas sociais para conquistarem e lutarem por seus direitos. O Coletivo de Mulheres na diretoria da UBES foi criado através da KIZOMBA. Com o tema “Mulheres em Movimento mudam o mundo”, a Diretora de Mulheres da UBES, Brisa Bracchi, destacou: “eu tô na rua é pra lutar por um projeto feminista e popular. “Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres”, afirmou Brisa.
E, na Plenária LGBT foi destacado o respeito às diferenças, do quanto o LGBT ainda sofre com o preconceito dentro do ambiente escolar e em suas comunidades, mas que apesar de tudo não se intimidam em levantar a bandeira LGBT e se assumir. “Toda forma de amor e luta vale a pena”. De forma inédita, a UBES organiza um encontro LGBT e coloca no centro dos debates soluções para o problema da intolerância nas escolas e celebração da diversidade.
Já na Plenária da KIZOMBA foi ressaltado a tese a ser defendida por este coletivo para ser apresentada a nova gestão da UBES. Sendo esta tese denominada de “UBES NA LUTA! Por uma nova cultura política!” Com ênfase em lutar contra o Neoliberalismo e por um projeto popular no Brasil; Por uma escola sem mordaças - “Estudantes na escola tem direito de pensar! Escola sem partido é ditadura militar!”; Contra-reforma do Ensino Médio: essa reforma deforma!; por uma nova cultura política, dentre tantos outros temas debatidos.

Para o estudante Alan Cordeiro, a escola deve ser também um ambiente em que o aluno possa discutir questões sociais, seja de gênero, de combate ao preconceito e a discriminação, de defesa da mulher! Que não seja apenas um espaço para aprender fórmulas e regras para conteúdos das disciplinas da grade curricular.

Premiados do Ensino Médio das escolas de Nova Olinda pelo ENEM e SPAECE 2015

A Secretaria da Educação (Seduc) divulga a relação dos alunos do Ensino Médio contemplados com o Prêmio Aprender pra Valer, que tem como base os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) ano 2015.

O Aprender pra Valer consiste na premiação dos alunos com um Notebook. A entrega dos equipamentos para os 20.430 premiados começará no dia 19 de dezembro de 2017.

Total de Premiados nas escolas de nosso município – EEM Padre Luís Filgueiras e EEEP Wellington Belém de Figueiredo:  69 ALUNOS.

- ALCIDES HENRIQUE DE OLIVEIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- ANA CAROLINY ALVES PEREIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- ANA DAIANE RODRIGUES DOS SANTOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ANA JOCIELE LEOPOLDINO ALVES CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ANA JULIA GOMES CIDADE CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- ANA KAROLYNE OLIVEIRA LIMA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ANA LUISA ROCHA RIBEIRO CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ANA VANESSA AMORIM DE OLIVEIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- ANA VITORIA ALVES DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ANA VIVIAN SISNANDO DE MATOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ANDRE HENRIQUE ALVES DE OLIVEIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- ANTONIO CLEITON FERREIRA DE OLIVEIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- ANTONIO ONOFRE CIDADE JUNIOR CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- CAIO FERNANDES MACARIO SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- CARLA JAMILY CABRAL PEREIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- CICERA EDUARDA GONCALVES DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- CICERA NAYANE SANTANA GERONIMO CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- CICERA THAYNA LIMA DINIZ CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- CICERO DARLAN DOS SANTOS SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- DIOGO LIMA DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ELIZABETE LIMA DA FONSECA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- ELLEN BATISTA DE LIMA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- ERIKA HELOYZA MATOS CORDEIRO CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- FRANCISCO GUILHERME FERREIRA DOS SANTOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- FRANCISCO MATHEUS FERREIRA DOS SANTOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- HIGOR FERREIRA DE LIMA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- IARA TEREZA DIAS MATOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- JAIANE DA COSTA BRITO CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- JOAO DOUGLAS PEREIRA DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- JOAQUIM PAULINO DOS SANTOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- JOHNNATAN PEREIRA DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- JOSE EDUARDO BATISTA DE SOUSA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- JOSE ERICK DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- JUCILEIDE GOMES DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- JULIANA CARLOS FERREIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- KAIQUE ALVES DE FRANCA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- LARISSA DA SILVA MIRANDA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- LUANA GOMES MOTA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- LUCAS LEVIR DO VALE GOMES CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- LUCAS MOREIRA ALENCAR CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- LUCAS VALADAO DE OLIVEIRA DIAS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- LUCINEIDE FERREIRA DOS SANTOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS SPAECE;
- MARIA ANDRESSA GOMES DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- MARIA ANGELINA PEREIRA DO NASCIMENTO CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- MARIA BEATRIZ RODRIGUES DE ASSIS CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- MARIA EDUARDA SILVA DE LIMA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- MARIA EMANUELLE BATISTA ALVES CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- MARIA LUZIA PEREIRA DOMINGOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- MICHELE DE OLIVEIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- NATANIELE DE JESUS SANTOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- PEDRO ANTONIO CORREIA DE MOURA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- RAFAELA VIEIRA SOUZA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- RAIMUNDO OLIVEIRA DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- RAY SALES GOMES DOS SANTOS CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- RAYANNE JACINTO RODRIGUES CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- RICARDO YUJI TABUTTI CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- SAMUEL DE ALENCAR CARDOSO CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- SAUANA ARAUJO FEITOSA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- SAVYO DAVID ALVES TEIXEIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- SHEILYANY ALVES DA SILVA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- SIOSNEI PAZ NUNES CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- THAIS BARROS DE ALENCAR CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM;
- THALLISSA LUCIANA SOUSA JEREMIAS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- THIAGO LIMA CORDEIRO CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- THOMAZ SOARES DE OLIVEIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- VANESSA DA SILVA PEREIRA CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO SPAECE;
- VICENCIA LINARD GONCALVES SALU CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- VINICIUS ALVES ALBANAS CREDE 18 NOVA OLINDA EEEP WELLINGTON BELEM DE FIGUEIREDO ENEM;
- WELLIA FELIPE DE SOUZA CREDE 18 NOVA OLINDA EEFM PADRE LUIS FILGUEIRAS ENEM.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Nota de pesar aos familiares de Seu Tota

Hoje (07) pela manhã veio a óbito o agricultor e apicultor Seu Tota que residia com sua família no Sítio Tabuleiros no município de Nova Olinda.

NOTA DE PESAR
A saudade eterniza a presença de quem se foi. Com o tempo esta dor se aquieta, se transforma em silêncio que espera, pelos braços da vida um dia reencontrar. Não há maior dor que a do coração que chora a morte de quem ama e por quem sentirá eterna saudade. Meus sentimentos. Que Deus conceda alivio ao coração de todos vocês. Os meus pêsames para toda a família.

Nova Olinda perde um de seus mais antigos comerciantes

Ontem (06) foi noticiado através das redes sociais o falecimento de Seu Dedê. Um dos comerciantes mais antigos de nosso município e também conhecido de todos. Lamento por esta triste notícia!

Segue uma mensagem de pesar aos familiares
Uma lágrima, uma oração e uma homenagem em paz é tudo que podemos oferecer aos que já partiram. Os meus sentimentos. Que o tempo traga alivio para sua dor e quem partiu encontre paz eterna.  

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Atletas do Grupo Os Voluntários de Nova Olinda são destaque na Corrida do Sítio Mororó

Neste domingo (03) atletas do Grupo de Atletismo Os Voluntários de Nova Olinda-CE marcaram presença garantida em pódio da 2ª Corrida da Associação dos Moradores do Sítio Mororó no município de Santana do Cariri. Sob a coordenação dos também atletas, Aparecido Silva e Jackeline Teles, a turma do atletismo de nosso município vem sempre trazendo resultados e grandes conquistas.
Vamos ao resultado!
1º lugar geral - João Paulo (O Pipoca);
3º lugar geral - Diego Almeida;
1º lugar até 14 Anos de idade - Samuel Pereira;
3º lugar até 14 Anos de idade - Ismael dos Santos;
1º lugar feminino até 14 Anos de idade – Tayná Teles;
2º lugar até 14 Anos de idade – Geisla.

Seis pódios dessa turma que sempre nos presenteia com muita alegria! Orgulho de estar nesta torcida! Parabéns a todos!

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Gêneros Textuais x Ideologia de Gênero