sexta-feira, 9 de março de 2018

Série Elas por Elas com Halany Martins

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 09 de março de 2018
*Halany Martins da Silva é natural de Quixadá-CE, reside em Nova Olinda-CE.
* Professora e orientadora de estágio da rede de educação profissional do Ceará na Escola Estadual de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo em Nova Olinda-CE. Graduação em Tecnologia do Agronegócio; Especialista em Gestão Empresarial; Gestão de Marketing; Gestão de Recursos Humanos; (em andamento) em Docência da Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

ENTREVISTA
Ubuntu Notícias - dentro do contexto atual, na sua opinião, quais as principais conquistas alcançadas pelas mulheres?
Halany Martins - Todas as conquistas adquiridas até hoje pelas mulheres vieram após árduas batalhas que se tornaram grandes marcos históricos no mundo. Nenhuma delas foi fácil, desde o direito ao voto, o de poder trabalhar com os seus direitos assegurados e até o rompimento da própria cultura que sempre as colocou como dependentes dos homens. Absolutamente tudo foi conquistado! É perceptível que atualmente as mulheres estão bem mais atuantes no mercado de trabalho, desde os cargos mais braçais até os mais importantes cargos políticos (exemplo:  a ex-presidente do brasil – Dilma Rousseff). Essas conquistas literalmente quebram  o velho ditado popular de que “mulher é o sexo frágil”.

Ubuntu Notícias - E você, qual sua principal conquista enquanto mulher?
Halany Martins - Assim como milhares de jovens engravidei ainda na adolescência passando por diversas complicações que me impossibilitou de viver essa fase normalmente. Ao terminar o ensino médio tive que escolher trabalhar para sustentar meu filho ao invés de ingressar na universidade. Confesso que não foi fácil, que as dificuldades foram muitas, mas, ser mãe é uma bênção incrível e não tive dúvidas do que fazer naquele momento. Porém, com o passar do tempo percebi que precisa buscar novos sonhos e melhorar minha condição de vida e com isso ingressei na faculdade e consegui minha graduação pelo Instituto Federal do Ceará, onde me formei no ano de 2013.  Após formada fui aprovada na seleção para professores do modelo de educação profissional no ensino médio para lecionar no Curso Técnico em Agronegócio.  A partir dessa aprovação tive que sair de casa e morar em outra cidade a quase 200 km de casa, o que me fez começar a ver a realidade com outros olhos. Em 2018 fazem cinco anos que moro longe da família, do meu filho e acreditem ser mãe a distância é desafiador, afinal, a saudade é o obstáculo diário que enfrento na busca por dar boas condições de vida a ele e a todos que deixei em casa. Talvez eu não tenha tido nenhuma grande conquista, mas sei que ser mãe aos 17 anos, trabalhar ao invés de estudar aos 18, me formar, sair de casa, ser independente, conhecer o amor mais puro e lindo que é o de ser mãe são com certeza pequenas conquistas que eu como mulher aprendi a agradecer a Deus todos os dias.

Ubuntu Notícias - Em pleno século XXI, quais situações ainda são enfrentadas pelas mulheres? Seja na questão de gênero, na falta de política públicas e/ou no contexto socioeconômico.
Halany Martins - A realidade do Brasil apesar de todas as conquistas pela classe feminina ainda é preocupante, onde o peso da desigualdade e da violência ainda atingem um grande número de mulheres. Prova disso é que apesar do grande quantitativo de mulheres no mercado de trabalho, nós ainda acabamos sendo consideradas como uma força de trabalho secundária, conseguindo ainda 30% a menos cargos de liderança do que os homens. Outro fator bastante crítico trata-se da agressão contra a mulher onde o Brasil se encontra entre os países de maiores índices de denúncias de agressões. Somos consideradas menos produtivas e mais caras para as empresas pelo simples fato de podermos ser mães e acabarmos por receber em um grande quantitativo de casos, salários inferiores aos homens mesmo exercendo a mesma função.

Ubuntu Notícias - E como a educação pode ser usada como uma “arma” no combate a estas situações?
Halany Martins - A educação é a base que sustenta a sociedade! Ela é o meio de moldar e melhorar toda e qualquer outra área social e econômica do país. Afinal, quando a educação funciona, melhora com a saúde, a segurança, a economia.... acredito que a educação seja a maior e melhor “arma” para mudar a situação a longo prazo que vivemos, pois ensinando as crianças e jovens, hoje, a agirem com consciência e respeito, futuramente serão adultos que aplicarão isso em suas vidas. A escola deve preparar os alunos não somente nas disciplinas básicas de uma matriz curricular pré-determinada. Ela tem o papel de instruir o jovem a pensar, a questionar, a conhecer a realidade que ultrapassa os muros da instituição e moldar essa realidade caso seja necessário.

Ubuntu Notícias - Deixe-nos uma mensagem neste dia Internacional da Mulher.
Halany Martins - Ás vezes me pergunto porque precisamos de datas comemorativas para homenagear e lembrar de pessoas e momentos que nunca deveriam ter sido esquecidos da mente humana. Por isso, desejo a todas as mulheres que aproveitem todo dia como se fosse o 8 de março. Se conceda o poder de dominar sua vida, de construir seus sonhos, decida viver de suas próprias escolhas e não das chances que lhes são oferecidas. Seja útil e nunca usada, se sobressaia mesmo sem competir. Escolha sempre o amor próprio ao invés da autopiedade e escute primeiro a sua própria voz ao invés dos comentários alheios. Seja decidida, líder e livre para escolher ser a Senhora do seu próprio destino! 
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

5 comentários:

  1. Devemos lutar por aquilo que queremos,sonhar e nunca desistir de realizar nossos sonhos.Não deixar se abalar por criticas que são dispensáveis e que não precisamos da tanta importância.Que sejamos capazes de realizar nossas próprias escolhas,pois as mulheres não são importantes apenas no dia 8 de Março somos importantes todos os dias e sabemos fazer a diferença!!!

    ResponderExcluir
  2. NÓS ACHAMOS MUITO INTERESSANTE A HISTÓRIA DE VIDA DA PROFESSORA HALANY MARTINS,POIS DESDE CEDO COMEÇOU A LUTAR ´POR SEUS SONHOS E CONSEGUIR SEUS OBJETIVOS.POR TER ENGRAVIDADO TÃO CEDO AS COISAS CONSEQUENTEMENTE FICARAM MAIS DIFICEIS,MAIS ELA CONSEGUIU PASSAR POR TUDO E HOJE PODE SE CONSIDERAR UMA GUERREIRA. BIANCA E FRANCIELE.

    ResponderExcluir
  3. Vendo a sua história assim,é de encantar qualquer pessoa,pois és exemplo de mulher determinada,guerreira... E mostrar que depois de ter lutado tanto,ainda continuar lutando pelo amor que sente por o seu filho é algo incrível!Exemplo de mulher,de mãe,de professora,de pessoa!Fiquei inspirada na sua história e aprendi lendo-a,que não devo desistir dos meus sonhos e independente das dificuldades conseguirei forças para continuar com a cabeça sempre erguida. Fernanda Almeida

    ResponderExcluir
  4. A educação é a base que sustenta a sociedade! Ela é o meio de moldar e melhorar toda e qualquer outra área social e econômica do país. Afinal, quando a educação funciona, melhora com a saúde, a segurança, a economia.... acredito que a educação seja a maior e melhor “arma” para mudar a situação a longo prazo que vivemos, pois ensinando as crianças e jovens, hoje, a agirem com consciência e respeito, futuramente serão adultos que aplicarão isso em suas vidas. Essa foi a parte que eu mais gostei,pois a educação funciona como uma"arma" para mudar a situação da sociedade,para ensinar ela a agir com respeito e consciência,e melhorar a economia.

    ResponderExcluir
  5. halany so de observa e ler sua historia você e uma guerreira a pensa de engravidar muito nova você não desistiu de seus sonhos, você mostrou que além de ter um filho não impedia de correr atras de seus recursos e procurar uma maneira de sustentar seu filho ,e só de imaginar que você teve que ficar distante dele e de sua familia mostra que você e muito forte por que nem uma mãe quer ficar longe de um filho é ,muito menos da sua familia mais você esta de parabéns por ser essa mulher que conquistou todos os obstáculo para ter um futuro melhor para você mesmo e principalmente para seu filho

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)