quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Conheça a história do nova-olindense, Carlos Brito, recém formado Técnico de Enfermagem |EDUCAÇÃO

Lucélia Muniz

Ubuntu Notícias, 20 de janeiro de 2022

@luceliamuniz_09 @ubuntunoticias @agenciaclick__ @carlos_brito_tec.em.enfermagem

Hoje apresentamos aqui no Ubuntu Notícias a história de Carlos Brito da Silva, divorciado, 37 anos, Sítio Barreiros/Nova Olinda-CE, filho de Rosa Pereira de Brito, formação técnico de Enfermagem, COREN-CE 1739132-TE. O convidamos para dá o seu depoimento sobre a conclusão do referido curso e desde já desejamos sucesso e prosperidade. Carlos, muitas bênçãos em sua jornada!

O depoimento que segue foi encaminhado ao Ubuntu Notícias pelo nosso convidado Carlos Brito

Em fevereiro de 2019 ao ver o anúncio de vários cursos técnicos na cidade, na época não tinha emprego fixo, tomei a iniciativa por fazer o curso técnico de enfermagem. Na primeira aula já tive a certeza que havia feito a escolha certa e que era isso que eu queria fazer para o resto da minha vida, queria ajudar a salvar vidas. Daí me dediquei intensamente a esse curso. Nunca faltei sequer uma aula, sempre com boas notas.

Quando estava com um ano de curso, por ser leigo, não tinha consultado se o mesmo era reconhecido pelo MEC, se a instituição era regularizada e também por ter confiado em terceiros não me atentando a estes fatos. Acabei descobrindo que a instituição não era reconhecida pelo MEC... não era legalizada e que ao concluir o curso ia receber um diploma da Paraíba.

Diante dessa descoberta, um amigo me orientou a procurar o ministério público do Crato onde lá já havia visto chegar uma turma de alunos dessa mesma instituição. No dia seguinte fui a promotoria de justiça do Crato e em conversa com o promotor pude constatar a veracidade do caso.

Este falou que uma turma de alunos de Farias Brito já havia entrado com uma ação contra a instituição que ministrava o curso. Fizemos as comparativas dos documentos e do nome e CNPJ e podemos concluir que se tratava da mesma instituição e da mesma responsável, onde a mesma afirmava que   se a gente continuasse o curso poderia até se formar e tirar o Coren.  

Mas, esse certificado poderia ser questionado por qualquer pessoa, a qualquer momento, e eu poderia até responder por exercício ilegal da profissão. Como íamos concluir um curso no Ceará e receber um certificado da Paraíba, sendo que não existe curso técnico de enfermagem à distância e que o certificado tem que ser emitido no estado onde se cursou? 

O promotor do Crato me orientou a registrar um B.O. por estelionatário e nos prontificou a ajudar entrando em contato com o ministério público de Nova Olinda e passando todas as informações do caso para o promotor de justiça da nossa comarca, saindo de lá já fui diretamente na polícia civil e fiz o B.O.  

Diante de tudo isso, toda a nossa turma de 20 alunos já sabia do que estava acontecendo. Tinha um grupo não oficial e eu estava sempre os atualizando, e já postei uma foto saindo da delegacia após fazer a denúncia.

Uma das colegas de turma ligou para o responsável pelo curso e falou que eu havia descoberto tudo e que já tinha ido na promotoria e na civil e registrado o B.O. De imediato o responsável pela instituição entrou em contato comigo por telefone e tentou me calar, me comprar, oferecendo um curso em outra instituição com tudo pago por ele, sob a condição de não contar nada pra ninguém. Eu não aceitei e falei que onde tivesse um aluno daquela instituição eu ia dizer que se tratava de uma instituição não regularizada.

Diante de tudo isso, a grande maioria da turma, juntou toda documentação e fomos para a Promotoria de justiça de Nova Olinda, onde o promotor que já estava ciente do que se tratava nos recebeu. Entregamos a documentação comprobatória dos fatos e de imediato foi expedida uma intimação para o responsável, solicitando que o mesmo comparecesse com toda documentação e autorizações do curso.

Na audiência acompanhado do seu advogado, o mesmo compareceu e não apresentou nenhum dos documentos solicitados e propuseram fazer um TAC-Termo de Ajuste de Conduta que é um documento utilizado pelos órgãos públicos, em especial pelos ministérios públicos, para o ajuste de condutas contrárias à lei, solicitando que o mesmo procurasse uma outra escola técnica autorizada e reconhecida pelo MEC e que fossemos   transferidos sem perca dos anos já cursados.

Então, fomos transferidos para a UNIPRO-Unidade de Ensino Profissional, onde conhecemos a estrutura da escola, o laboratório e vimos toda documentação da nova instituição. Os responsáveis vieram em Nova Olinda fazer uma reunião com a gente e com todos de acordo, assinamos o contrato e continuamos o curso téc. de enfermagem.

Éramos uma turma de 20 alunos, mas apenas 12 continuaram, pois teríamos que pagar transporte e com isso aumentou os gastos e muitos vinham de cidades vizinhas como Altaneira e Santana do Cariri. Após tudo isso, demos continuidade ao processo. Procuramos uma advogada e entramos com um processo por danos morais, pois a notícia dos fatos acontecidos tinha ganhado uma proporção muito grande saindo em vários blogs, jornais de rádios, site miséria e até na TV Verdes Mares.

Nós sofremos vários ataques, fomos motivos de deboche e piadas, porque nesse mesmo ano essa mesma instituição estava quase formando uma turma, tinha a nossa turma e tinha acabado de iniciar outra turma. Eu fui o mais atacado por ter sido o primeiro a descobrir.  Me chamaram de louco, diziam que eu queria 15 minutos de fama, que eu gostava de aparecer, de causar, e que a instituição já estava entrando com um processo contra mim por calunia e difamação.

Enfim, foi uma barra, mas como sempre lutei pelos meus direitos, desta vez não poderia ser diferente. E após alguns meses teve a audiência virtual e fomos todos indenizados. Cada um recebeu um valor razoável, mas as sequelas a gente carrega até hoje. Diante de tudo isso seguimos em frente, pois isso só nos fortaleceu e fez com que continuássemos e jamais íamos deixar que nosso sonho fosse interrompido. Como diz o ditado: “antes tarde do que nunca”.

Quando já estava apto a estagiar, de imediato já corri atrás de fazer um estágio extra curricular voluntário. A UNIPRO providenciou toda documentação necessária e iniciei o estágio extra curricular no Hospital de Pequeno Porte Ana Alencar Alves em Nova Olinda. Fiz 06 meses de estágio supervisionado pelo o Enfermeiro Diogo e acompanhado da minha amiga tec. de enfermagem Marlene Alencar. E quero aqui agradecer a toda a equipe de profissionais que fazem o Hospital e a Secretaria de Saúde.

Nunca foi sorte sempre foi Deus! Trabalhava durante o dia, fazia o estágio extracurricular voluntario a noite e ainda fazia o estágio curricular. Com a pandemia tivemos muita dificuldade em conseguir campos de estágio. Onde a escola conseguia vagas, eles exigiam que todos estivessem vacinados e nem todos estavam e nisso bateu um desânimo e a ansiedade se íamos conseguir concluir o nosso sonho.

Aí lembrava que nunca tinha sido fácil e porquê agora seria? Aí os campos de estagio foram surgindo, mesmo em meio a pandemia e não tememos. Tínhamos um sonho bem ali na frente a se realizar!  Estagiamos em Barbalha, Juazeiro, Crato e Nova Olinda.

Enfim, no dia 17 de dezembro de 2021 concluímos! Atualmente sou Funcionário Público na pasta da Educação e aos finais de semana no período das 7h às 19h atuo na minha aérea como téc. de enfermagem Home Care no Crato.

Já fui aprovado no concurso do funsaúde, já fui aprovado em uma seleção da secretaria de saúde de Juazeiro, embora infelizmente tenha sido cancelada por ter um concurso vigente.  E, já estou inscrito no concurso de Limoeiro. O sonho de conseguir uma vaga na minha área é muito grande!

Como diz a minha amiga Marlene: “você se encontrou nessa profissão, você nasceu pra isso”. Eu me encontrei profissionalmente mesmo, mas como para entrar na minha área só por seleção ou concurso, agora é estudar mais e mais para passar. 

Quero aqui mencionar alguns dos meus queridos colegas técnicos de Enfermagem: Patrícia Nogueira, Evania Rodrigues, Francisco Ernandes, Queliciane Silva, Aurivania Lacerda e os demais do curso para a vida.

Quero aqui agradecer a Lucélia Muniz e ao Ubuntu Notícias pelo convite para contar um pouco da história da minha formação! Agradecer a minha mãe, meu filho, meus sobrinhos(a), meu irmão, minha irmã e gostaria de terminar com uma reflexão de Florence Nightingale que resume o porquê da minha escolha por esta linda e maravilhosa profissão:  

“Escolhi os plantões porque sei que o escuro da noite amedronta os enfermos.

Escolhi estar presente na dor porque já estive muito perto do sofrimento. Escolhi servir ao próximo porque sei que todos nós um dia precisamos de ajuda.

Escolhi o branco porque quero transmitir paz.

Escolhi estudar métodos de trabalho porque os livros são fontes do saber.

Escolhi ser técnico de Enfermagem porque amo e respeito à vida!”

10 comentários:

  1. Parabéns meu amigo,a luta foi grande mais Deus nos recompensara,avante..muito obg por tudo,do curso p vida toda💙

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um prazer conviver esse anos juntos e melhor desta amizade que contínuos ao longo desses anos. Do curso pra vida e para os plantões se Deus quiser.

      Excluir
  2. Parabéns meu amigo vc merece tudo isso é muito mais.vc e especial pra mim do curso pra vida.o que Deus tem pra nós e muito grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha amiga como foi bom todos esses anos juntos nos bons e nós maus momentos mais chegamos ao final concluímos sou seu fã do curso para vida.

      Excluir
  3. Obriga Lucélia e o seu blog pelo convite como sempre arrasa muito feliz em poder compartilhar para desta linda história, como todas com seus autos e baixos mais com um resultado muito satisfatório em fim formado gratidão por tudo. Até aquir nos ajudou o Senhor.

    ResponderExcluir
  4. Que história, meu amigo!
    Parabéns pela dedicação e determinação. Que você faça a diferença na vida daqueles que estiverem em seu caminho, porque quando se escolhe uma profissão por afinidade e com um propósito maior, acredito que o retorno seja este, fazer a diferença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém... Amiga obg foi a melhor escolha essa área me fascina não vejo a hora está me dedicando com amor a essa profissão linda♥️

      Excluir

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!