sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

Escola Profissional de Nova Olinda realiza Banquete Literário em edição virtual | HOMENAGEM A CLARICE LISPECTOR

Lucélia Muniz

Ubuntu Notícias, 04 de dezembro de 2020

@luceliamuniz_09 @ubuntunoticias @agenciaclick__

Edição virtual do Projeto Banquete Literário da EEEP Wellington Belém de Figueiredo é lançado de forma virtual nesta sexta-feira (04)

Em sua 6ª edição, um dos projetos realizados na EEEP Wellington Belém de Figueiredo de Nova Olinda-CE acontecia até então de forma presencial na escola. Um evento que lotava o auditório da referida instituição de ensino e que embalava várias apresentações literárias, este ano por conta da pandemia, foi realizado de forma virtual.

Numa parceria da Área de Linguagens e Códigos, Biblioteca, Laboratório Educacional de Informática-LEI e estudantes, o evento não perdeu o brilho, mas transbordou na Internet um “cardápio riquíssimo à la Clarice Lispector”.

Sejam bem-vindos e bem-vindas a VI edição do Banquete Literário: o intimismo de Clarice Lispector. Confiram a seguir a edição virtual do evento:

A literatura intimista ou introspectiva enfoca o conflito do indivíduo na sua esfera consciente e também na inconsciente. As obras apresentam a técnica de investigação da alma humana, tão bem desencadeada por Clarice Lispector e seus personagens que se comunicam com o leitor através do fluxo de consciência. A representação do pensamento não é feita de forma linear, é livre e desordenada.

Em 2020, Clarice Lispector completaria 100 anos. E, para comemorar essa grande data, professores e estudantes da EEEP Wellington Belém de Figueiredo, trouxeram um pouco do seu lirismo em forma de versos.

“Versos que dedicamos a todos que lutam pelo seu espaço na sociedade, que lutam para que haja mais consciência e respeito pelo outro, nas diversas formas em que a discriminação acontece”, destacou a Professora Luciana França, regente da Biblioteca.

Sobre escrever Clarice dizia: “Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada... Porque no fundo a gente não está querendo alterar as coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro...”.

Logo na abertura virtual do evento, os espectadores, são convidados a adentrarem neste contexto literário: “É com muita alegria que servimos nosso cardápio mágico cheio de discursos da alma, sensações e sentimentos. Sirva-se de Clarice, por favor!”

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!