sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Momento de derrubar Tabus

Campanha Setembro Amarelo
As razões podem ser bem diferentes, porém muito mais gente do que se imagina já teve uma intenção em comum. Segundo estudo realizado pela UNICAMP, 17% dos brasileiros, em algum momento, pensaram seriamente em dá um fim a própria vida e, desses, 4,8% chegaram a elaborar um plano para isso.

Na maioria das vezes, no entanto, é possível evitar que esses pensamentos suicidas virem realidade. A primeira medida preventiva é a educação: é preciso deixar de ter medo de falar sobre o assunto, derrubar tabus e compartilhar informações ligadas ao tema.

Como já aconteceu no passado, por exemplo, com doenças sexualmente transmissíveis ou câncer, a prevenção tornou-se realmente bem-sucedida quando as pessoas passaram a conhecer melhor esses problemas. Saber quais as principais causas e as formas de ajudar pode ser o primeiro passo para reduzir as taxas de suicídio no Brasil, onde hoje 32 pessoas por dia tiram a própria vida. Por isso, é essencial deixar os preconceitos de lado e conferir alguns dados básicos sobre o assunto.

Em uma sala com 30 pessoas, 5 delas já pensaram em suicídio.

Suicídio é um gesto de autodestruição, realização do desejo de morrer ou de dá fim a própria vida. É uma escolha ou ação que tem graves implicações sociais.

Pessoas de todas as idades e classes sociais cometem suicídio. A cada 40 segundos uma pessoa se mata no mundo, totalizando quase 1 milhão de pessoas todos os anos.

Estima-se que de 10 a 20 milhões de pessoas tentam o suicídio a cada ano. De cada suicídio, de 6 a 10 outras pessoas são diretamente impactadas, sofrendo sérias consequências difíceis de serem reparadas.

Vários motivos podem levar alguém ao suicídio. Normalmente não é um motivo único, e sim um conjunto de situações que a pessoa tem necessidade de aliviar pressões externas como cobranças sociais, culpa, remorso, depressão, ansiedade, medo, fracasso, humilhação etc.  

Em matérias a serem postadas posteriormente continuaremos falando sobre essa temática. Aguardem!!!

FONTE: CVV-Centro de Valorização da Vida. Falando abertamente sobre suicídio: Como vai você? Programa de Prevenção do suicídio e apoio emocional. www.cvv.org.br.  

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)