quarta-feira, 7 de setembro de 2016

PORQUE SOMOS VERMELHOS

Somos vermelhos da cor de sangue
jorrado em fábricas e campos e na luta por melhores condições de vida.
Sangue humano!

Sabemos, sim, do verde das matas.
Sabemos, sim, do amarelo do ouro.
Sabemos, sim, da ganância.
Sabemos do Pau-Brasil, vermelho!

Mais que nacionalistas, brasileiros!
Braseiros, brasas, chama vermelha!
A primeira bandeira a sonhar nossa liberdade era um triângulo mineiro, vermelho!

Temos fogo na alma!
Não amarelamos de medo.
Temos sangue no olho, vermelho!
O sangue das mulheres, dos índios, dos negros, dos gays, das lésbicas, das minorias que são rebeldes porquanto rebeldia sejam atos de amor, suas cores, estão lado a lado com o vermelho sangue.

Ao verde, a esperança.
Ao vermelho, a certeza!
PARE!
Não atravesse o sinal fechado pela massa.
Nada pode aplacar a coragem do gesto
que possui ideais e não planos.

Que possui caminhos, não estratégias.
Que sonha o futuro e não promove o pesadelo.
Que veste as ruas de vermelho
para proteger o verde e o amarelo!

Cais do Porto
22 de março de 2016, final da noite, 31 de março final de tarde Juazeiro do Norte, Cariri.

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)