14/01/2024

Quantas memórias cabem em uma fotografia? | NOVA OLINDA-CE

Jornalista Lucélia Muniz – Reg 0004886/CE

Ubuntu Notícias, 14 de janeiro de 2024

@luceliamuniz_09     @ubuntunoticias

Estive no mês de dezembro de 2023 visitando meus familiares no Sítio do Meio, isso mesmo, Sítio do Meio, porque fica na divisa entre os municípios de Potengi e Assaré. Após a missa de 04 anos de vida eterna da nossa Tia Leonira, fomos até a residência dos nossos familiares, na ocasião, eu e minhas três irmãs – Ana Lucia, Luciana e Geneana.

Da esq. para dir - Geneana, Ana Lucia, Luciana e Lucélia

Lá foi servido um almoço para as pessoas que estavam na missa que pouco a pouco foram saindo e nós aproveitamos para ficarmos ao longo da tarde conversando com as nossas primas e tomando um saboroso café. O assunto? A história de nossa família!

Da esq. para dir - as primas Maria Cilda, Ana Maria e Cidalia

O cenário do sítio é composto por uma terra avermelhada com cactos, pedras, cercas de varas e arames. A casa da nossa tia é de taipa com alpendre, muito arejada e aconchegante.

Com minha Tia Leonira (In memoriam)

E para reforçar a conversa e pulsar o saudosismo, uma fonte que por si só traduz memórias, a fotografia. A fotografia é arte, é leitura de mundo, é registro histórico, é fonte de pesquisa, são nossas memórias preservadas ao longo dos anos.

Monóculo

Começamos olhando álbuns com fotos impressas e coloridas e depois passamos as fotos impressas em preto e branco e sépia até chegarmos aos monóculos. “Um monóculo é uma peça fabricada em PS (Poliestireno) injetado, um tipo de plástico. Com o formato cônico, uma extremidade contém uma imagem (foto) e a outra extremidade uma lente de aumento para visualização”.

Vovô João Trajano de França (In Memoriam)

Nas paredes da casa de taipa onde residem as minhas primas é possível conferir imagens feitas em formato fotopintura. Era comum, principalmente em lares nordestinos, a fotopintura do casal que era feita e colocada na sala principal da casa onde ficavam as imagens do Sagrado Coração de Jesus e do Sagrado Coração de Maria. “A fotopintura nada mais é do uma fotografia pintada a mão. Assim, em linhas gerais, representa um híbrido de retrato, fotografia e pintura”.

Luciana Muniz da França

Durante a nossa conversa, entre risos e lágrimas, muitas saudades, muitas recordações, entre um copo de água e uma xícara de café, olhávamos nas fotografias os nossos familiares e o respeito a memória de cada um nos embalavam.

Francisco Anchieta Cardoso de Muniz (com 08 meses)

Se vocês me perguntarem se eu trouxe algumas dessas fotografias, a resposta é não. Digitalizei com o celular e restaurei algumas delas para guardar em meu acervo pessoal em formato digital. Quem guardou os arquivos originais até aqui, para mim são guardiões desta história.

Maria Constância da França Muniz (In Memoriam)

São raras as minhas fotos quando criança e lá encontrei pelo menos uma fotografia onde estou com a minha avó Ana Rosa, mãe de mamãe, a única avó que conheci.

Com meu Tio Onofre Trajano de França (In Memoriam)

Demorei a escrever esta matéria, porque no peito explode tantos sentimentos que é difícil de explicar. O mais importante é estar em contato com a história da minha família e saber do quanto isso me orgulha. Um misto de saudades e admiração!

Câmera fotográfica do acervo de trabalho de Seu Firmino (foto ano 2014)





0 comments:

Postar um comentário

Deixe seu comentário mais seu nome completo e localidade! Sua interação é muito importante!