domingo, 4 de abril de 2021

Que o Mistério Pascal nos inspire a ver e viver, sempre, de um ponto de vista da Fé Por Padre Francisco Anchieta Cardoso de Muniz, MIC

Lucélia Muniz

Ubuntu Notícias, 04 de abril de 2021

@luceliamuniz_09 @ubuntunoticias @agenciaclick__

Por Padre Francisco Anchieta Cardoso de Muniz, MIC - Pároco do Santuário da Divina Misericórdia em Curitiba-PR

Nós que fazemos a Redação do Ubuntu Notícias fizemos um contato com o Padre Anchieta, natural de Nova Olinda, e solicitamos uma mensagem para esta Páscoa refletindo sobre este contexto pandêmico. O Pároco prontamente nos atendeu e a seguir vocês poderão conferir a mensagem encaminhada pelo mesmo. Padre Anchieta, desde já a nossa gratidão por nos presentear nesta páscoa com tão importante reflexão!

Que o Mistério Pascal nos inspire a ver e viver, sempre, de um ponto de vista da Fé

Caro Povo de Deus, é Páscoa! Um tempo, em meio a esse tempo tão desafiador, propicio à reflexão e, se procurarmos viver esse tempo de um ponto de vista da religiosidade, este é um tempo que nos convida a oração. O que, certamente, nos conduzirá a experiências concretas de fé e espiritualidade.

É inegável e, não existe negacionismo que prove o contrário – frente a tamanhos desafios vividos ultimamente – não somos apenas pessoas, seres, membros de famílias que formamos uma sociedade, nações, a humanidade. Ninguém é apenas um número, uma estatística... Mas, vidas ceifadas, lugares insubstituíveis, que tornam famílias devastadas... Marcas que ficarão para sempre, feridas nas almas. E, por isso, a fé. Tenha fé e viva tudo isso pela Fé.

Em se falando de espiritualidade e religiosidade, nos inspiremos na Palavra de Deus, quando diz: E no primeiro dia da semana, foram muito cedo ao sepulcro, mal o sol havia despontado. E diziam entre si: “Quem removerá a pedra do sepulcro para nós?”. Levantando os olhos, elas viram removida a pedra, que era muito grande” (Mc 16, 2–4).

Contemplando a cena desta passagem do Evangelho de São Marcos, a exemplo da pedra que fechava o túmulo, que possamos entender que nenhum obstáculo será instransponível na vida daqueles que vivem pela fé. Que a imagem do sepulcro vazio, nos leve cada dia, cada vez mais, a acreditar que o nosso Deus é o Deus do impossível. Um Deus que “não sabe o que é falhar” e doou a sua vida, venceu a própria morte, para nos conceder a salvação, a vida eterna. Acredite que, apesar de todas as dificuldades, um dia, tudo isso passará. Confiemos! Feliz Páscoa!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!