quinta-feira, 8 de abril de 2021

ANTONIA TELES BARBOSA - UMA HISTÓRIA DE VIDA PAUTADA NA SOLIDARIEDADE Por Luciana Muniz da França

Lucélia Muniz

Ubuntu Notícias, 08 de abril de 2021

@luceliamuniz_09 @ubuntunoticias @agenciaclick__

“O importante é fazer bem feito tudo que se faz”. Francy Teles

A biografia que você vai ler a seguir foi escrita como pesquisa biográfica realizada pela Professora Luciana Muniz da França, Cadeira 17 da Academia de Letras do Brasil/Seccional Regional Araripe-CE, imortalizando a saudosa Francy Teles como Patrona da referida academia e uma das representantes do município de Nova Olinda.

Antonia Teles Barbosa, conhecida como Francy Teles, nasceu aos 07 dias de junho de 1967 na Maternidade do município de Crato-CE, mas a família residia no Sítio Flexeiras, Município de Nova Olinda-CE. Filha de André Felix Barbosa, agricultor e de Helena Teles Cidade Barbosa, doméstica, sendo seus avós paternos Francisco Felix Barbosa e Romana Maria de Jesus e seus avós maternos Joaquim Gorgonho Cidade e Clara Maria Teles.

Foi batizada pelo Padre Bosco na Sé Catedral de Nossa Senhora da Penha, em Crato-CE, no ano seguinte ao nascimento, tendo como padrinhos de batismo, seus tios Geraldo Emídio e Jaci Teles.

Do pai herdou a determinação e empreendedorismo, característica marcante entre os irmãos; da mãe, a empatia e solidariedade, fatores marcantes que semeou pela sua caminhada.

Proveniente de uma família de 06 irmãos: Maria Gilvan Teles Barbosa, Francisco Gilson Teles Barbosa, Francisca Teles Barbosa (Tiquinha), Antonia Teles Barbosa (Francy Teles), Francisco Idelgardo Teles Barbosa e Francisca Andréia Teles Barbosa Nergino, em que era a quarta filha. A Família Teles Barbosa sempre foi considerada uma família tradicional, voltando suas atividades para a agricultura, agropecuária, artesanato, culinária, entre outras.

Iniciou seus estudos de alfabetização no sítio em que residia com as professoras Maria Alves Cidade e Maria Belo Cordeiro. Em seguida, os irmãos Gilson e Gilvan foram estudar no município do Crato-CE, dando continuidade aos estudos de alfabetização na Escola Natanael Cortez daquele município.

No ano de 1976, veio para Nova Olinda cursar a 1ª. Série na Escola de 1º. Grau Padre Luís Filgueiras, concluindo a 4ª. Série no ano de 1979, na referida escola.

A celebração da Primeira Comunhão aconteceu no Sítio Flexeiras, em um momento religioso realizado na escola, sendo organizado pela sua tia Lélia Teles, que era professora naquele sítio. A celebração foi realizada pelo Padre Maia.

Em 1980, ingressa no Centro Educacional Avelino Feitosa, uma das escolas da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade-CNEC, para cursar a 5ª. Série, concluindo seus estudos de 1º. Grau no ano de 1983. Período em que residia na Vila Santa Helena, em Nova Olinda. Aluna dedicada que pela sua dedicação os pais não mediam esforços para que continuasse nos estudos.

O Sacramento da Crisma, foi recebido através do Padre Raimundo Araújo, e teve como madrinha Tereza de Preto. Uma senhora pela qual tinha muito respeito e consideração. A celebração aconteceu na Igreja de São Sebastião, em Nova Olinda.

Em 1984, inicia seus estudos de 2º. Grau na Escola de 1º. e 2º. Graus Padre Luiz Filgueiras, cursa o 2º. Ano no Centro Educacional Waldevino Nascimento, em Santana do Cariri-CE, e conclui o 3º. Ano no Colégio Municipal Pedro Felício, no município de Crato-CE, no ano de 1986, atual Ensino Médio com habilitação profissional em Magistério de 1º. Grau.

Nos anos de 1987 e 1988 iniciou suas atividades profissionais como professora de pré-escolar, contratada pela Prefeitura Municipal de Nova Olinda, em convênio com o Ministério de Educação e Cultura-MEC, no Centro Educacional Avelino Feitosa.

No período de 1988 a 1991, assumiu uma turma de 2ª. Série, na mesma escola.

Em 1988 a família migrou do Sítio Flexeiras e veio morar, definitivamente, na Zona Urbana em Nova Olinda-CE.

No ano de 1991 ingressou na Universidade Regional do Cariri-URCA, em Crato-CE, concluindo em 1998 o Curso de Ciências com Habilitação em Ciências do 1º. Grau e Habilitação plena em Biologia.

No ano de 1993 trabalhou na Secretaria Municipal de Saúde de Nova Olinda, como Coordenadora de Programas da referida secretaria. Desenvolveu suas atividades com a Dra. Adeleni Feitosa. Em 1994 assumiu a Secretaria Municipal de Educação, como Secretária, até o ano de 1996.

Em 1995 recebeu o Certificado de Destaque como Melhor Funcionária Pública Municipal, agraciada pelo Grupo de Jovens JUCACRIS. Recebeu o Diploma de Destaque como melhor Secretária Municipal no ano de 1996, agraciada pela Eros – Eventos e Promoções.

Do ano 1997 a 1999 trabalhou como Auxiliar de Escritório na Empresa Chaves S. A. de Mineração e Indústria, no município de Nova Olinda-CE.

No ano 2000 concorreu as Eleições Municipais, sendo eleita pelo Partido/Coligação PPS-Partido Popular Socialista e diplomada como vereadora para Gestão Municipal 2001-2004.

No início de 2005 esteve à frente dos negócios da família, durante o período de afastamento do seu pai para tratamento de saúde. Levando adiante as atividades de extração mineral organizou e criou a Empresa Empório de Pedras Cariri, no Sítio Pedra Branca, tendo como atividade principal aparelhamento de placas e execução de trabalhos em mármore, granito, ardósia e outras pedras.

Nunca teve problemas graves de saúde. Mas, no final de 2005 foi diagnosticada com CA de mama, conseguindo iniciar tratamento e fazer cirurgia em 02 de fevereiro de 2006, no Instituto do Câncer do Ceará-ICC de Fortaleza. Após um mês de tratamento intenso retornou a Nova Olinda.

Nesse período de tratamento em Fortaleza foi acompanhada pelo seu pai André e pela irmã Gilvan. Um mês após a cirurgia retornou a Nova Olinda para dar continuidade as sessões de terapias no Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha. (...)

No segundo semestre do ano de 2006 concluiu sua segunda graduação, o Curso Sequencial de Formação Específica em Turismo e Meio Ambiente pela Universidade Regional do Cariri-URCA.

Em 2007 esteve junto da equipe de funcionários da Prefeitura Municipal, nas comemorações alusivas aos 50 anos do município de Nova Olinda. Um dos marcos do aniversário foi a reforma artesanal do antigo açougue da cidade em Centro de Cultura, denominado Tapera Cultural, ambiente rústico e pronto para comercialização de artesanato e resgate de artesões locais. Espaço hoje denominado Centro de Artesanato Antonia Domingos do Ó.

Em 2009 foi nomeada para exercer o cargo de Chefe de Gabinete na Prefeitura Municipal de Nova Olinda-CE e esteve à frente da 1ª. Reunião de Mobilização do Plano Municipal de Saneamento Básico-PMSB. Permaneceu em atividade, na referida função até o ano de 2011.

Nesse mesmo período, estava filiada no Partido do Movimento Democrático Brasileiro-PMDB, assumindo a função de secretária e organizava todos os eventos do partido no município, cuidando de toda a burocracia com muita competência.

No ano de 2011, 05 anos após a cirurgia, no dia 02 de maio foi diagnosticada com leucemia, sendo encaminhada com urgência para tratamento no Hospital São Vicente de Barbalha-CE, ficando 20 dias enquanto conseguia uma internação no Instituto do Câncer-ICC de Fortaleza.

Quando conseguiu a vaga estava muito fragilizada, viajou por via aérea até Fortaleza para continuar o tratamento, ficando em um quarto particular. Mas, insistiu com o médico que a transferisse para um quarto junto aos pacientes do Sistema Único de Saúde-SUS. Questionava que a mesma medicação seria recebida. Não se achava no direito de ter um conforto a mais diante da situação de tantos outros pacientes.

No entanto, foi acometida de uma falta de ar aguda, indo para o Centro de Terapia Intensiva. A sua irmã mais nova, Andréia Teles a acompanhou nessa etapa, sendo acolhida na casa de Margarida de Francier que deu muita assistência a ambas.

Na madrugada do dia 04 de junho de 2011, um sábado, às 04 horas da manhã, veio a óbito, em Fortaleza-CE, em um dos leitos do Instituto do Câncer do Ceará-ICC. Faleceu aos 43 anos de idade, faltando 03 dias para o seu aniversário.

(...) seu corpo foi velado na residência dos seus pais, na Rua Antonieta Lima, no Bairro Cajueiros, às 07 horas da manhã do dia 05 de junho. Foi sepultada no dia 06 de junho, uma segunda-feira, após missa celebrada pelo Padre Tarcísio Sales e homenagens prestadas, iniciadas às 08 horas da manhã, na Igreja Matriz de São Sebastião, sendo sepultada no Cemitério São Sebastião, em Nova Olinda-CE, no jazigo da família Teles Barbosa.

No ano de 2011 foi homenageada como Chefe de Gabinete (in memoriam), sendo agraciada com o Prêmio Luxo 2010, no evento foi representada pelos sobrinhos.

No ano de 2013, em virtude da Lei Nº. 692/2013 de 17 de abril de 2013 que cria os bairros da cidade de Nova Olinda, no município de Nova Olinda e dá outras providências, teve o nome Francy Teles na denominação do Bairro 008, em homenagem póstuma.

Em 2016, foi agraciada (in memoriam), pela Câmara Municipal de Nova Olinda com o título Mulher Destaque Nova-olindense, em virtude das comemorações alusivas ao Dia Internacional da Mulher, nessa sessão solene foi representada pela sua irmã Andréia Teles.

(...)

Um comentário:

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!