segunda-feira, 23 de março de 2020

Informe epidemiológico: Doença pelo novo coronavírus (COVID-19) 23 de março de 2020 | CEARÁ

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 23 de março de 2020
Via Secretaria da Saúde do Estado do Ceará
A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, através da Célula de Imunização (CEMUN) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica e Prevenção em Saúde (COVEP), vem por meio desta INFORMAR sobre a situação epidemiológica da doença causada pelo novo Coronavírus (COVID-19) no estado do Ceará.

Em 20/03/2020, o Ceará constatou a ocorrência de transmissão comunitária da COVID-19, entrando em uma nova fase do enfrentamento à pandemia, chamada MITIGAÇÃO. Nesta nova etapa a prioridade será evitar a evolução rápida de novos casos da doença e garantir a assistência das pessoas vulneráveis e casos graves.

Para a primeira finalidade, reforçam-se as recomendações de distanciamento e redução da mobilidade das pessoas, especialmente as vulneráveis. Para a segunda finalidade é necessário garantir a disponibilidade de profissionais, infraestrutura hospitalar e insumos.

Neste sentido, o COE-COVID-19 readequou a indicação de testes diagnósticos para a COVID-19, em consonância com as novas recomendações do Ministério da Saúde.

SITUAÇÃO NO ESTADO DO CEARÁ
No Ceará, até ao dia 23 de março de 2020, foram confirmados 164 casos de COVID-19 laboratorialmente. Destes, 162 (98,8%) são residentes no Estado e dois (1,2%) residentes em outros estados.

Tabela 1. Distribuição dos casos confirmados laboratorialmente segundo município de residência, 23 de março de 2020*

EM NOVA OLINDA-CE
DISTANCIAMENTO SOCIAL
Todas as pessoas com mais de 60 anos deverão evitar comparecimento ao trabalho ou demais ambientes fechados. Recomenda-se sair de casa apenas para atividades essenciais (mercado, farmácia serviços de saúde) que não possam ser realizadas por outra pessoa do domicílio/cuidador.
Recomenda-se a todas as pessoas sair de casa apenas para atividades essenciais.
Pessoas apresentando sintomas gripais e seus contatos domiciliares devem permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias.
Mães amamentando não deverão suspender a amamentação. Porém, cuidados devem ser adotados como:
Lavar as mãos antes de tocar o bebê;
Usar máscara cirúrgica durante as mamadas;
Evitar falar ou tossir durante a amamentação;
Trocar a máscara em caso de tosse ou espirro ou cada nova mamada.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!