quinta-feira, 21 de março de 2019

Descoberta: Cratopipa Novaolindensis, é o novo fóssil de uma rã descoberta na Chapada do Araripe!

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 21 de março de 2019
Com informações de Ypsilon Felix
E você achando que sapos, rãs e pererecas não ficavam presos nas rochas. A Cratopipa novaolindensis com 110 milhões de anos, foi a descoberta da nova rã fóssil encontrada em Nova Olinda na Chapada do Araripe.

Trata-se de um novo gênero do mais antigo fóssil pipimorfo da América do Sul. O nova espécime consiste de um esqueleto quase completo que mostra várias semelhanças anatômicas com outros fósseis da América do Sul.

O Dr. Ismar Carvalho da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ, liderou os trabalhos de pesquisa da "perereca fóssil" da Chapada do Araripe.
Uma jóia do Cretáceo no Brasil! Isso considera dizer que esta nova espécime está muito bem preservada e sua anatomia esquelética indica que ela pertence ao Pipimorpha.

Este registro constitui o mais antigo conhecido para o clado na América do Sul e tem uma grande importância para a biogeografia e evolução pipimórfica. Viva a pré-história do Brasil!

0 comentários:

Postar um comentário

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.