domingo, 11 de novembro de 2018

Professora Constância tem sua história registrada no Livro “Patronos” da ALB/Araripe-CE

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 11 de novembro de 2018
No sábado (10) no evento do 1º Aniversário da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE aconteceu o lançamento do livro “Patronos”. Este que é uma obra coletiva organizada pelos acadêmicos Sandro Cidrão, Adriano Sousa, Eliziane Alves, Francisca Lira, José Evantuil, Maria Elói, Lucélia Muniz e Germá Martins.
“A presidência da ALB/Araripe-CE, por acreditar na pesquisa como forma de resgate, registro e difusão da cultura, adotou como método para posse dos acadêmicos a ideia de que cada um deveria, antes da posse, apresentar um trabalho de pesquisa sobre o patrono da Cadeira que ocupa”, destaca Adriano Sousa, presidente da ALB/Araripe-CE na apresentação do livro.
Pensado na publicação de 04 volumes onde os acadêmicos possam estar publicando suas pesquisas, a ALB/Araripe-CE, lança seu primeiro volume que conta com a história de 08 Patronos da academia.
A seguir cito os trabalhos biográficos que compõem o Vol. 1 do Livro “Patronos”:
- RAIMUNDO SANDRO CIDRÃO
Dona Generosa: Uma Mulher à Frente do Seu Tempo.
- MARIA ELÓI DE OLIVEIRA
A altivez e resiliência de uma Rosa.
- ELIZIANE ALVES BARBOSA
Vida e Fé: Raimundo Araújo Silva.
- FRANCISCA FERREIRA DE LIRA E SILVA
Vida de Antonio José de Lira.
- JOSÉ EVANTUIL DE SOUSA
Fausta Venâncio David: O Exemplo, o Ensino, a Devoção.
- FRANCISCO ADRIANO DE SOUSA
Seu Quido – A Medicina Por Suas Mãos.
- LUCÉLIA MUNIZ DA FRANÇA
Maria Constância da França Muniz – Do Artesanato à Educação.
- GERMÁ MARTINS DE SOUSA
Júnior Leite – A trajetória de um Ambientalista.
No prefácio do livro escreveu, a Patrona da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, a Escritora Elizabeth Antão:
Entre os feitos da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, mais uma louvável realização: o lançamento do livro “Patronos” – esses pilares de uma instituição-, no seu primeiro ano de existência. Nada tão doce na vida literária que se associarem – a pouca ou muita glória que possa ter um livro-, fotos e nomes de personalidade, escolhidas pela admiração àqueles que deram muito de si em prol do vigor e do desenvolvimento de sua gente. Pessoas queridas que, em tempo de dúvida e de ásperas provas se revelaram altruístas nas suas posições. Se nem todos os biografados são araripenses, tiveram, no entanto, suas vidas ligadas ao progresso da região do Cariri. Trabalhos assim devem ser louvados, pois, sem dúvida alguma, contribuem para o enriquecimento cultural de uma agremiação. Esta Academia, mantém viva a crença de que, na Cultura, reside o burilamento e o crescimento de um povo. E, sem ser preciso fazer milagres, dedica-se, com vigor e paixão, a tratar novos projetos. Pratica a Cultura no seu sentido erudito – como conhecimentos acumulados, socialmente valorizados-, o que não é fácil de ser preservado nesses tempos modernos de correrias, que exige muito esforço, amor às coisas do espírito e abnegação ininterrupta. Portanto, o livro em causa é um convite aliciante à leitura dos seus Patronos aqui resgatados, a fim de serem guardados e reverenciados para a posteridade. [Escreveu Elizabeth Antão de Oliveira LimaEscritora]
O lançamento do Livro “Patronos” em Nova Olinda, acontecerá no dia 26 de janeiro de 2019, um sábado, evento de minha posse individual na academia. Ocupo a Cadeira 35 que tem como Patrona – A Professora e Artesã, Maria Constância da França Muniz, minha mãe. No dia da minha posse também estarei fazendo a defesa do trabalho biográfico sobre a mesma num evento a realizar-se em Nova Olinda onde reunirei familiares, amigos e colegas acadêmicos.
Minhas considerações sobre a minha participação na obra – Agradecimentos:
Primeiramente quero agradecer a Deus provedor de todas as dádivas. Obrigada Senhor por me iluminar com sabedoria e discernimento para conduzir esta pesquisa em tempo hábil. Aos meus irmãos – Ana Lucia, Anchieta, Adailto, Luciana e Geneana e sobrinhos que não mediram esforços para colaborar, inclusive cedendo os materiais necessários a conclusão desta pesquisa. A Dona Marília Feitosa por ter gentilmente me recebido em sua casa para uma conversa esclarecedora e relevante para fundamentar este trabalho. Ao meu Tio Onofre por todas às vezes que sentou comigo para tomar um café e responder às minhas perguntas sobre as origens da nossa família. A afilhada de mamãe, Roseralda Carvalho, que se propôs a ceder seu depoimento sobre a Madrinha Constância representando todos os seus afilhados. Minha gratidão! 
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)