domingo, 25 de março de 2018

Série Elas por Elas com Patrícia Moreira

*Patrícia Moreira de Alcântara Viana é natural de Barbalha-CE e reside em Crato-CE.
*Professora com graduação em Letras e Especialização em Língua Portuguesa e Literatura.

Entrevista
Ubuntu Notícias - Dentro do contexto atual, na sua opinião, quais as principais conquistas alcançadas pelas mulheres?
Patrícia Moreira - Desde o momento em que as mulheres perceberam que podem exercer a mesma profissão que os homens, ou seja, não apenas serem donas de casa ou serem criadas e educadas para isso! Nós mulheres conquistamos vários setores da sociedade e desempenhamos com excelência, o que nos propomos a fazer. E o que mais admira é que as mulheres conseguem da conta do recado, pois somos profissionais, esposas, estudantes, mães... E ainda com um toque de feminilidade e delicadeza.

Ubuntu Notícias - E você, qual sua principal conquista enquanto mulher?
Patrícia Moreira - Ser respeitada e reconhecida, principalmente, pela minha profissão. E também por conseguir conciliar as múltiplas funções: professora, esposa, mãe, dona de casa... 

Ubuntu Notícias - Em pleno século XXI, quais situações ainda são enfrentadas pelas mulheres? Seja na questão de gênero, na falta de políticas públicas e/ou no contexto socioeconômico.
Patrícia Moreira - Ainda existe muito preconceito em relação a algumas atividades exercidas pela mulher, como: dirigir ou exercer alguns cargos.

Ubuntu Notícias - E como a Educação pode ser usada como uma “arma” no combate a estas situações?
Patrícia Moreira - Deve-se conscientizar os estudantes, principalmente, que vivemos em um mundo em que todos dependemos um do outro. E o que deve prevalecer é o respeito.

Ubuntu Notícias - Deixe-nos uma mensagem neste Dia Internacional da Mulher.
Patrícia Moreira - Viver em sociedade é um desafio porque às vezes ficamos presos a determinadas normas que nos obrigam a seguir regras limitadoras do nosso ser ou do nosso não-ser... Quero dizer com isso que nós temos, no mínimo, duas personalidades: a objetiva, que todos ao nosso redor conhece; e a subjetiva... Em alguns momentos, esta se mostra tão misteriosa que se perguntarmos - Quem somos? Não saberemos dizer ao certo!!! Agora de uma coisa eu tenho certeza: sempre devemos ser autênticos, as pessoas precisam nos aceitar pelo que somos e não pelo que parecemos ser... Aqui reside o eterno conflito da aparência x essência. E você... O que pensa disso?  Que desafio, hein? "... Nunca sofra por não ser uma coisa ou por sê-la..." (Perto do Coração Selvagem - p.55) Clarice Lispector
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)