sábado, 27 de janeiro de 2018

Curiosidade sobre o fruto Pequi

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 27 de janeiro de 2018
Via Wikipédia
O pequi (Caryocar brasiliense), também chamado de pequizeiro, piqui, piquiá e pequiá, é uma árvore da família das cariocaráceas nativa do cerrado brasileiro. Seu fruto é muito utilizado na culinária sertaneja. Dele, é extraído um óleo denominado "azeite de pequi".
Seus frutos são, também, consumidos cozidos, puros ou juntamente com arroz e frango. Seu caroço é dotado de muitos espinhos, e há necessidade de muito cuidado ao se roer o fruto, evitando-se nele cravar os dentes, o que pode causar sérios ferimentos nas gengivas e no palato. O sabor e o aroma dos frutos são muito marcantes e peculiares. O fruto pode ser conservado tanto em essência quanto em conserva.
O Pequi é uma fruta no qual muitas pessoas pensam que é um vegetal. Símbolo da cultura e da culinária do estado do Tocantins, Goiás, Mato Grosso e muito utilizado em Minas Gerais, o pequi é encontrado em quase toda a Região Centro-Oeste do Brasil e em parte dos estados de Rondônia, Minas Gerais, e nos cerrados de São Paulo e Paraná, bem como na Chapada do Araripe no lado Sul do Ceará, em cidades como Barbalha e Crato. Em Goiás e Mato Grosso, podem ser encontradas todas as variedades em todo seu território. Está na lista de espécies ameaçadas do estado de São Paulo. É encontrado também na Bolívia.
É uma árvore grossa, com folhas trifoliadas e tomentosas. As flores são grandes e com estames compridos. Os frutos são drupáceos, oleaginosos e aromáticos. Sua frutificação ocorre no período chuvoso entre os meses de outubro e fevereiro. A sua madeira é amarela. O fruto pode ser apreciado em variadas formas: cozido, no arroz, no frango, com macarrão, com peixe, com carnes, no leite, e na forma de um dos mais apreciados licores de Goiás. Além de doces e sorvetes.
 http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)