terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Pausa que eu quero descer!

Em nosso Mural - Cristiane Santana
O ano já começou e com ele as nossas pausas ....
Os melhores momentos de lucidez é o da TPM (Tempo Para Mulher).
A quem diga ser terrível e sendo mulher sei que são dias nada fáceis, mas se esta mulher começar a se perceber e observar a natureza implícita nela saberá que...

Aquele tom mais alto que você falou com a colega que te enchia o saco já fazia tempo, chegou a hora de colocar ordem na casa recolhendo a bagunça e não tolerando, se sentir injustiçada com a divisão das tarefas da casa já que todos moram em uma comunidade.

Reparem que o chocolate fica mais gostoso e dane-se a dieta!
Se a relação não está boa... Há é na TPM que nossos instintos ficam aguçados e sim estouramos com eles, pois estamos engolindo sapinhos durante alguns dias, meses ou até anos.

Mas aqui nada de culpa A, B ou C...
A questão é usufruir um pouco desta nossa natureza animal, felina, lunar para nos conectarmos com ela Gaya e daí extrair respostas, sermos mais generosas e dar mais atenção a sua real necessidade eu falei “Sua Necessidade”.

Se recolher se preciso for, ficar quietinha para sentir...
Sentir o próximo passo a dar, se ir ou se desistir, ainda que brademos para o mundo sobre igualdade entre o masculino e feminino haveremos de pensar um pouco sobre o mistério de gestar, de conceber, dar à luz...

Aqui não é uma questão de (feminismo), mas de olhar este feminino com cuidado. Em todo tempo na busca por igualdades negamos esta subtileza, esta magia de saber antes mesmo de acontecer como diz uma canção de Zé Ramalho " Ninguém tem o mapa da alma da Mulher".
Resta saber... se você achou seu mapa, mulher.

Cristiane Santana
Escritora. Graduada em Administração e graduanda em Psicologia. De Governador Valares-MG.

Um comentário:

  1. Querida grata pela partilha muita luz em nosso ano que só está começando .Abraços

    ResponderExcluir

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.