segunda-feira, 19 de setembro de 2016

DESFAZENDO BOATOS E ESCLARECENDO OS FATOS

Por Francisco Pedro
O que há de errado em uma evangélica ser prefeita? Seriam os evangélicos despreparados para assumir uma função política tão importante? Não estaria o indivíduo, ao destratar alguém em função da religião, manifestando claro preconceito contra aquele culto religioso?

Este ano teremos a oportunidade de eleger uma mulher evangélica, Socorro Matos, para ocupar o cargo de prefeita de Nova Olinda. Não bastasse o fato de que, como disse José Mártir, nada causar “mais horror à ordem do que mulheres que lutam e sonham”, aproveitam-se do fato da mesma ser evangélica para lançar sobre si inverdades acerca de sua postura caso chegue a ocupar o pretendido cargo.

Dizem por aí que se eleita, Socorro Matos acabaria com a festa de São Sebastião, com a festividade cívica do 14 de abril, com as festas juninas e demais manifestações artísticas do município.

Ao afirmar isso, resta-se demonstrado que existe um certo desconhecimento, por parte dessas pessoas, do plano de governo da candidata, no qual uma das propostas é “Realizar os eventos festivos municipais (festa do padroeiro, aniversário de emancipação política, vaquejada), abrindo espaço para a inserção de outras manifestações artísticas, como o rock, reggae, etc”. Ou seja, Socorro não só manterá as festas hoje realizadas no município, como possibilitará que os jovens novo olindenses desfrutem de outros estilos musicais.

Além disso, fica um aviso para os desinformados. O Estado Democrático de Direito Brasileiro é laico, ou seja, não adota uma religião específica, mas também não interfere em assuntos religiosos. Socorro é evangélica, mas reconhece que o povo brasileiro possui uma miscigenação fantástica que remonta às mais diversas nações do planeta, razão essa de possuirmos uma cultura tão rica e diversificada e, claro não poderia ser diferente com a religião, ou melhor, religiões brasileiras. Ela respeitará todos e todas, inclusive suas manifestações, independentemente da religião que professarem.

Cidadãos e cidadãs novo olindenses, como está em Provérbios. 29:2, “Quando os justos governam, o povo prospera, mas, quando os ímpios governam, o povo sofre”. Por isso, no dia 02 de outubro, vamos votar para que Nova Olinda vivencie um novo tempo. Vote 13, vote Socorro e Manoela.

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)