quinta-feira, 21 de julho de 2016

Não concordo com Zygmunt Bauman: sociedades líquidas sempre existiram

"A FUNÇÃO PRIMEIRA DAS REDES SOCIAIS NÃO É FAZER AMIGOS, MAS NOS CONECTAR COM O CONHECIMENTO QUE AS PESSOAS POSSUEM PRA MELHORAR NOSSA PRÓPRIA VISÃO DO MUNDO"

As redes sociais são um sistema de comunicação que subverteu a ordem das relações humanas, atravessando fronteiras, diluindo a informação, tornando todos leitores e protagonistas.

Antes o poder era parceiro das grandes mídias que detinham o poder de disseminar o que podia ser dito e discutido no âmbito social. Agora, todos, indubitavelmente, possuem vez e voz. As relações sempre foram líquidas, não é com a Internet que as redes sociais potencializam isso. O sociólogo não disse nada de novo.

Nossa estrutura social anterior as redes eram muito rudimentares, custosas, e as informações não circulavam entre as pessoas livremente, ficando nas mãos das grandes e poderosas mídias impressas, rádio e TV, que distorciam a realidade dos fatos e emburreciam populações mundiais.

Graças as redes, estamos construindo uma sociedade de ensinadores e aprendizes, de coaching para todos os assuntos e pessoas disponíveis ao aprendizado sobre qualquer coisa.

Uma sociedade contemporânea é baseada no número de interações que processa entre seus indivíduos. O que o sociólogo debate é a qualidade dessas interações, tendo em vista que não é pelo fato de haver quantidade que está havendo crescimento intelectual. Nisto ele está correto. Mas daí dizer que as redes sociais são perversas, é demais e prematuro antever.

Graças as redes sociais, minhas atividades de educação de educadores têm chegado em todas as cidades brasileiras, com amigos e amigas de todas as profissões, nunca conheci tanta gente e tantos sonhos como agora.

Consegui fazer retornar aos estudos mais de 500 pessoas em todo o território nacional. E nenhuma delas se arrependeu de estar se relacionando cada vez mais com pessoas, produtos e processos de EaD.

A globalização nos fez homens e cidadãos do mundo, portanto, temos que encarar novas perspectivas na comunicação, interação e colaboração de informações se quisermos participar do século XXI.
Professor Cláudio de Musacchio
Educador na empresa PORTAL EAD BRASIL
Estudou Mestrado em Educação na instituição de ensino Universidade Luterana do Brasil
Doutorado em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

2 comentários:

  1. Realmente o conhecimento pode ser adquerido através das redes sociais, basta fazermos o processo de peneira separando o bom do mal conhecimento. Nós temos que saber o que realmente buscamos nas redes sociais. Bom post professora, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Então, o Professor Cláudio de Musacchio sempre tem uns textos bem pertinentes e interessantes! Esse é um deles..

    ResponderExcluir

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)