domingo, 1 de novembro de 2015

“Reconhecer exige a valorização e respeito às pessoas negras”

"Reconhecer exige a valorização e respeito às pessoas negras, à sua descendência africana, sua cultura e história. Significa buscar, compreender seus valores e lutas, ser sensível ao sofrimento causado por tantas formas de desqualificação: apelidos depreciativos, brincadeiras, piadas de mau gosto sugerindo incapacidade, ridicularizando seus traços físicos, a textura de seus cabelos, fazendo pouco das religiões de raiz africana. Implica criar condições para que os estudantes negros não sejam rejeitados em virtude da cor da sua pele, menosprezados em virtude de seus antepassados terem sido explorados como escravos, não sejam desencorajados de prosseguir estudos, de estudar questões que dizem respeito à comunidade negra."

Penso que o preconceito e posturas racista parte da educação que começa dentro de casa. Se somos educados por nossa família e na escola a agirmos com respeito ao outro, iremos ter postura diferente. Somos espelho da educação que recebemos! Pensar no outro como ser humano independentemente da cor da pele ou do cabelo ou de sua origem social é nos vermos como seres humanos. E considero aqui que parte do processo histórico inclusive do relato presente nos livros didáticos, infelizmente, conduz a uma formação que não reconhece às matrizes que deram origem a nosso povo. São anos de uma história relegada a oralidade, que não sobreviveu pela história contada nos livros. Muitos pagaram com a própria vida ao defender os direitos humanos, seja dos negros ou indígenas. Isso não é um problema vivenciado apenas no Brasil, mas em todos os países. Principalmente quando se fala na chamada colônia de exploração, temos um Brasil vendido como mercadoria a várias nações, vendido desde seus recursos a seu povo, sua cultura, sua história. Para mudar tal realidade ainda presente em nossos dias, significa rever conceitos e posturas. Precisamos repensar nosso jeito de ser e de agir!    

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)