domingo, 21 de novembro de 2021

Projeto BANCO MONETÁRIO da EEEP Wellington Belém de Figueiredo se classifica para a Etapa Estadual do CEARÁ CIENTÍFICO DIGITAL 2021

Lucélia Muniz

Ubuntu Notícias, 21 de novembro de 2021

@luceliamuniz_09 @ubuntunoticias @agenciaclick__ @escolawbf

O referido projeto classificou-se em 1º lugar na Categoria Matemática e suas Tecnologias na Etapa Regional da 18ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação-CREDE 18 e irá para a Etapa Estadual a realizar-se em Fortaleza-CE.

Os autores do Projeto Banco Monetário são Estudantes do Curso Técnico em Finanças - Ana Caroline Ferreira Silva, Bruna Alves de Meneses e Edilene Souza – tendo como Professora Coorientadora - Luciana Muniz da França e Professor Orientador - Renan Diniz Araujo.

O Banco Monetário amplia os conhecimentos dos discentes através de uma ferramenta de ensino aprendizagem, de forma lúdica e inclusiva, com o objetivo de facilitar a aprendizagem de toda a comunidade da Escola Estadual de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo, localizada no município de Nova Olinda, no estado do Ceará.

De acordo com Salvan (2004), principalmente na matemática, existe um grande número de alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem e de professores que tentam lidar com isso. A autora destaca, ainda, que os saberes da matemática possuem estreita ligação com as necessidades cotidianas e com as mudanças tecnológicas que tem assomado a humanidade. É através da matemática que o homem é capaz de construir a si próprio. É nela que estão os instrumentos para o desenvolvimento da personalidade intelectual do homem e da sua educação moral. O aprendizado em matemática ajuda o indivíduo a desenvolver o seu processo mental, importante para a percepção e compreensão do mundo. (apud MACHADO, 1992)

O projeto BANCO MONETÁRIO correlaciona às moedas nacionais e internacionais, visando o impacto da inflação de modo direto nas mudanças que ocorrem no sistema monetário de um país. Dessa forma, ilustra o desenvolvimento da educação financeira dos jovens, não consistindo apenas em aprender a economizar, cortar gastos, poupar e acumular dinheiro, mas em buscar uma melhor qualidade de vida, tanto hoje quanto no futuro para que possa proporcionar a segurança material necessária para aproveitar os prazeres da vida. E, ao mesmo tempo, obter uma garantia para eventuais imprevistos, proporcionando aos discentes do Curso Técnico em Finanças da Escola Estadual de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo, localizada na cidade de Nova Olinda – CE, na qual faz parte de um consórcio contemplando os municípios de Altaneira, Nova Olinda e Santana do Cariri, situados na 18ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação – CREDE 18.

Segundo Feynman (1998), a origem da matemática perdeu-se no tempo. Para ele, a matemática começou por ser a ciência que tem por objeto a medida e as propriedades das grandezas, tornando-se, na atualidade, a ciência do padrão e da estrutura dedutiva.

O projeto supracitado foi iniciado em 2017, pelos discentes do 3º ano do Curso Técnico em Finanças da Escola Estadual de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo, sob a orientação do professor e coordenador de curso, Renan Diniz Araujo. Visto a dificuldade encontrada pela maioria dos discentes na disciplina de Matemática, foi pensado e trabalhado assuntos sobre matemática vinculada à educação financeira e práticas de aplicação de câmbio e inflação através da matemática financeira.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!