sábado, 17 de outubro de 2020

ERA PRECISO Por Antonio Hélio da Silva | ARARIPE-CE

Lucélia Muniz

Ubuntu Notícias, 17 de outubro de 2020

@luceliamuniz_09 @ubuntunoticias @agenciaclick__

Antonio Hélio da Silva – Poeta e Cronista, Membro fundador da Soc. dos Poetas de Araripe

Ao Escritor Elisandro Carvalho, no lançamento do seu livro ARARIPE: “LUGAR ONDE NASCE O DIA” em 01.08.2011. 100 Anos de Gênese Documentada

Era preciso existir uma criança

que nascendo em Araripe

fosse engrandecê-lo pelas suas ações.


Era preciso existir um estudante

que marcado pela nobre arte de ensinar,

de abnegadas mestras

criasse vínculos tão fortes com sua terra.


Era preciso existir um cidadão

que não tivesse medo da história

que não fosse retraído com o seu querer

com o que sabe

guardando informações somente para si.


Que não fosse pesquisar somente o tempo

com seus ponteiros enormes

com dígitos intermináveis e repetitivos  

excluindo o principal elenco da História:

o povo.


Era preciso existir um araripense

que não ficasse restrito a um território

mas transpusesse a Chapada e o mundo.


Era preciso existir um homem

que não fixasse sua memória

somente em fragmentos de um passado.


Mas aglutinasse o passado ao presente

retrocedendo desde antes de Brejo Seco

interagindo telepaticamente

com aqueles que nos deram origem.


Era preciso existir um sonhador

amigo do futuro

num salto mágico e profético.


Era preciso existir um ser

que não quisesse só ser.

Mas bradasse ao mundo

sendo ou não sendo

com paixão

amor

vínculo

compromisso

e gratidão:

não importando o nome que vieres a ter Araripe

nem a condição a que se chegue.


Era preciso existir um poeta

que o seu medo fosse menor que a ousadia.

Que sua vontade fosse maior que os limites.


Era preciso existir um intelectual

que vasculhasse os dizeres sapientes

a respeito da nossa significação toponímica,

e arrematasse todos na sua óptica

deixando seu conceito.

Contudo,

reticente a pensadores, curiosos e a crítica.

 

Era preciso existir um imortal

chamado Elisandro Pereira de Carvalho

que pesquisasse

viajasse

pensasse  

escrevesse

Registrasse

e publicasse

A HISTÓRIA DE ARARIPE: “LUGAR ONDE NASCE O DIA”.


Poema escrito em: 31.07.2011.

Araripe – Ceará, 17 de outubro de 2020.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!