quinta-feira, 4 de junho de 2020

Cordel “Refletindo sobre a pandemia” de autoria da Professora Meyrinha Alencar

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 04 de junho de 2020
Por Professora Meyrinha Alencar
Sempre que estou aflita
Escrever é minha opção
E coloco no papel
O que vai no coração
O que vemos atualmente
Só Ele, o Onipotente
Será nossa salvação

Tudo que aí está
É pra nos fazer refletir
Um inimigo invisível
Quer nossa raça banir
Não é tempo de brigar
Nem a A ou B culpar
O tempo é de nos unir

Uma doença que sufoca
Que tira do peito o ar
Nossos entes mais queridos
Não podemos visitar
Nem a última homenagem
Quando fazem a passagem
Podemos acompanhar

Nossas escolas vazias
Nenhuma criança se ouvia
A escola está sem alma
Cadê aquela alegria?
O professor ensinando
Toda escola funcionando
Era tudo que eu queria

Não poder dar um abraço
Um simples aperto de mão
Não vemos mais os sorrisos
Todos atrás de um tampão
Só aparece o olhar
Nem perto podemos chegar
Pra demonstrar afeição

A doença nos obriga
Com os nossos conviver
Coisas que não mais fazíamos
Agora podemos fazer
As nossas coisas arrumar
As nossas flores regar
E até um bom livro ler

Mas vemos algumas mudanças
Com isso tudo que acontece
O ar está mais limpo
O planeta desaquece
Os animais sossegados
Não estão sendo caçados
A natureza agradece

É hora de olhar pra dentro
Revermos nossos valores
Muitas certezas se rompem
Isso pode provocar dores
Temos que refazer planos
Desfazer alguns enganos
Cuidar dos nossos amores

Vamos aproveitar então
E repensar nossa vida
Fortalecer nossa fé
Algumas vezes destruída
E quando tudo isso passar
Vá, comece abraçar
Toda sua gente querida

Diga mesmo: eu te amo!
Não perca a chance de falar
E ame mesmo, bastante
Sem esquecer de demonstrar
É o que levamos da vida:
Toda emoção sentida
Quando por aqui passar.

2 comentários:

Deixe seu comentário logo abaixo! Sua interação é muito importante!