terça-feira, 26 de maio de 2020

PARA QUEM FICOU ESTARRECIDO OU DECEPCIONADO COM A REUNIÃO DO BOLSONARO Por Dr. Éverton de Lima Oliveira

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 26 de maio de 2020
Dr. Éverton de Lima Oliveira – Clínico Geral
Penso só que temos que ter cuidado para não negar a política. Políticos não são deuses, nem monstros; são gente de carne e osso. Não são alienígenas, mas pessoas do nosso meio a quem nós demos um mandato para nos representar. Então não é o caso de idolatrarmos nem demonizarmos ninguém.

Bolsonaro é um ponto fora da curva, que foi eleito justamente na esteira da negação da política, contra “tudo isso que está aí”, e no final das contas, elegemos alguém que busca a negação da democracia.

Se tivéssemos ido às urnas em 2018 sem ódio (e vou falar como petista agora), poderíamos ter eleito Alckmin, Meirelles, Álvaro Dias, ou Amoêdo, e estaria tudo bem para mim, pois faz parte do jogo, e são pessoas que acham a minha existência legítima, tanto quanto eu acho a delas.

Então, meu apelo não é para que se idolatre, no meu caso, o Lula, que acerta e erra como todos nós, mas para que não sejamos a priori antipetistas, antitucanos, antipolítica; apenas que façamos política com a cabeça em vez de com o fígado, com empatia, buscando ouvir quem pensa diferente de nós, estando dispostos genuinamente a evoluir com o debate, em vez de querer “ganhar a discussão”.

Eu penso que, se começarmos a pensar a política dessa forma, pararemos de vê-la como algo nojento, para percebê-la como instrumento necessário para melhorarmos a vida de todos.

0 comentários:

Postar um comentário

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.