sábado, 10 de agosto de 2019

Nova Olinda ganha mais um Museu Orgânico: Casa Oficina de Dona Dinha

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 10 de agosto de 2019
O Museu Casa Oficina de Dona Dinha foi inaugurado ontem (09) no Bairro Vila Alta em Nova Olinda-CE e figura como o terceiro museu orgânico de nosso município.

Raimunda Ana da Silva, conhecida como Dona Dinha, nasceu em 12 de dezembro de 1950 no Bairro Vila Alta em Nova Olinda-CE. Filha do casal Luís Liberalino da Silva e Ana Antonia de Oliveira, Dinha é a quinta filha de uma família com nove filhos.

Com 12 anos de idade, aprendeu a tecer no tear manual observando a irmã mais velha. Enquanto seus irmãos trabalhavam na lida da roça, com o pai, as filhas aprendiam a tecer redes com a mãe que costurava os tecidos e finalizava as encomendas.
Aos 18 anos de idade montou seu próprio tear no terreiro da casa de sua mãe e continuou urdindo e tecendo redes. Aos 35 anos de idade casou-se com Seu Gabriel, levando seu tear a nova morada do casal. Dona Dinha é a herdeira de uma atividade artesanal familiar e mantém viva essa tradição tão valorosa.
Quando perguntei para a mesma de como se sente tendo sua casa transformada em um museu e sabendo da quantidade de visitas que receberá, ela disse que: “Eu mim sinto orgulhosa porque eu não esperava uma festa tão bonita dessa que fizeram pra mim. Eu tenho muito a agradecer, primeiramente a Deus, e tenho que agradecer a todos que tornaram realidade o museu. Mim sinto honrada e realizada”.
Emocionada e radiante, Dona Dinha, me recebeu com muita alegria e mostrou a sua casa oficina, teceu no tear para que eu fizesse algumas fotos e depois sentamos para conversar um pouco. Orgulhosa de sua comunidade, ela ainda destacou: “Eu nasci e mim criei aqui e aqui eu vou ficar. Eu não tenho destino de ir pro mundo”, afirmou.
Para quem ainda não visitou Dona Dinha tenha a certeza que será recebido com um sorriso no rosto de uma mulher encantadora que tem muito a nos ensinar com uma história tão significativa para a cultura do nosso povo.

0 comentários:

Postar um comentário

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.