domingo, 21 de julho de 2019

Respeite os noves Estados do Nordeste por Mateus Poeta

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 21 de julho de 2019
Sou a poesia viva popular,
A cultura rica do Nordeste,
Nove Estados do agreste,
É importante ressaltar.
Preste atenção quando falar,
Do nosso povo nossa terra,
Da cidade ao topo da Serra,
Nossa região merece respeito
Nordestino com orgulho no peito,
Não queira comprar guerra.

Sou a cor morena do Maranhão,
O sotaque arrastado do meu Ceará,
Da Bahia a dança do preto boi-bumbá
Pernambuco a sanfona de Gonzagão,
Piauí o reisado da nossa tradição,
Paraíba o maior São João do mundo.
Alagoano de coco vou a fundo,
O sal do Rio grande do Norte
Sergipe com seu folclórico forte,
O Nordestino é Brasil a cada segundo.

Sou São Luiz e Teresina,
Sou potiguar sou Natal,
Fortaleza meu berço imortal,
Recife que encanta e fascina
Sou João pessoa que nos ensina,
Sou de Aracaju a Maceió,
Somos uma grande corrente só.
Na luta pelo nosso direito
Nosso sangue é branco e preto,
Nesse preconceito vamos dá um nó.

Sou mais de 30 milhões de nordestino,
Espalhado neste nove Estado,
Sou meu povo que é respeitado,
Do velho ancião ao menino,
Sou essa história eu sou destino
Sou Nordeste sofrido Brasileiro,
Sou este povo forte e guerreiro.
De mão grossa e calejada,
Que orgulha nossa jornada,
O Nordestino é o mundo inteiro.

Mateus Poeta de Jaguaruana
Contato com o autor (88) 9 9255 9736
E-mail: mateuspoetadosaojose@gmail.com.br
Jaguaruana-CE

0 comentários:

Postar um comentário

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.