domingo, 17 de março de 2019

Lançamento do Livro - Antologia Poética: Escritores do Cariri em Araripe-CE

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 17 de março de 2019
Na noite do sábado (16) aconteceu o lançamento do Livro Antologia Poética: Escritores do Cariri na Escola de Música em Araripe-CE. Essa obra que conta com a participação dos acadêmicos - os Imortais Mariano Carvalho, Francisca Lira, Eliziane Alves, Adriano Sousa, José Roberto, Antônio Rafael e Germá Martins - da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE.
Apresentação do livro
O Cariri cearense comporta muitos artistas e abriga múltiplas linguagens. Talvez seja esta uma das mais significativas marcas de nossa região: a diversidade artística. Isto pode ser comprovado se considerarmos os poemas que constam na Antologia Poética – Escritores do Cariri. Esta antologia reúne pessoas que têm contribuído largamente para a propagação da cultura caririense, sobretudo pela criação de textos poéticos. Neste sentido, a poesia é a mediadora desse encontro de amantes da arte que tem na palavra sua forma por excelência de expressão. Com representantes de várias cidades do Cariri, essa antologia apresenta desde textos com tendências regionais, que se inserem na tradição construída em torno da larga literatura de cordel aqui desenvolvida, até textos mais contemporâneos, que traduzem a poesia em suas inquietações, subjetividades e pesquisas estéticas. O que encontraremos nos poemas a seguir? Encontraremos poemas simples ou sofisticados, esteticamente falando. De suas estrofes emergem: tons metalinguísticos, construções metafóricas, preocupações formais, vieses libertários da forma, conteúdos explorados com profundidade, reflexões sobre temas diversos, observações conscientes do mundo e lirismo em suas mais amplas potencialidades. Assim, uns poemas exigem sensibilidade e complacência para o tom simples com que são construídos, outros exigem mergulhos mais atentos à construção da linguagem poética. Em suma, todos, invariavelmente, trazem suas contribuições para a criação imaginativa e a sensibilização que a poesia tende a instigar na alma de quem a ela se abre. A poesia, por meio dos escritores e escritoras do Cariri, pede passagem. Se é de poesia que o mundo precisa, para amenizar suas dores, é poesia o que temos para oferecer aqui. Boa leitura!
Escreveu Adjanir Nascimento - professora de Língua Portuguesa, poeta e musicista.
Sobre os poetas – Imortais da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE que participam da obra:
Antônio Rafael Sobrinho
Nasceu em Tarrafas – CE, que na época era distrito de Assaré. O poeta popular começou a escrever ainda quando criança e ao longo de sua vida publicou 80 cordéis, 07 livros, 14 revistas. Também ocupou o cargo de Vereador do Município de Assaré e Vice-prefeito de Tarrafas. Devido a suas obras literárias recebeu o título de Mestre da Cultura de Tarrafas em 2015 e, em 2018, foi diplomado Mestre da Cultura do Estado do Ceará.
Eliziane Alves Barbosa
Nasceu em 18 de Fevereiro de 1987 na Cidade de Exu - Pernambuco, filha de José do Carmo Barbosa e Maria Socorro Alves da Silva. Formou-se em Pedagogia Pela Faculdade Riachão do Jacuípe-FARJ, Licenciada em Letras pela Universidade Regional do Cariri- URCA e Pós Graduada em Educação Infantil e Ensino Fundamental I pela Faculdade de Juazeiro do Norte- FJN. Casada com Francisco Jone Rodrigues Barbosa, mãe de três filhos Caio Victor, kamilly Vitória e Ana karoliny. Escritora e Professora da rede municipal de Araripe. Atualmente envolvida em Projetos Religiosos e de Incentivo a leitura. Faz parte  da Academia de Letras Seccional Araripe–CE, cadeira Nº 06, onde sente a importância de representar e incentivar a literatura do município e Cidades vizinhas.
Francisca Ferreira de Lira e Silva
É natural de Nova Olinda – CE e naturalizada em Araripe – CE. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, cursou o Ensino Fundamental I e II nas escolas Neomisia Nogueira de Lima, e Centro Educacional João Almino (Araripe), respectivamente. Cursou o Ensino Médio (pedagógico) nos colégios: Wilson Gonçalves e Pedro Felício Cavalcante (ambos em Crato). Graduou-se em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia do Crato. É Pós-Graduada em Planejamento Educacional pela Universidade Salgado de Oliveira (Extensão São Gonçalo – RJ). Seus descendentes são: 1) Filhos: Aurélio, Aureliana, Alysson, Kariane (coração), 2) Netos: José Arthur, Ana Lara, Ana Clara, Layla, Lucas e Eduarda (Coração) e 3) Bisneto: Heitor.
Francisco Adriano de Sousa
Nasceu em Altaneira-CE em 1986, mas desde 2013 é cidadão araripense com lei aprovada pela Câmara Municipal de Araripe – CE. É graduado em Letras pela Universidade Regional do Cariri – URCA. Obras Publicadas: Vivi um grande amor; Dona Nem-93 Anos de História; Dois Dedos de Prosa (coletivo). É sócio correspondente do Instituto Cultural do Vale-Caririense, em Juazeiro do Norte – CE. É, ainda, fundador da Academia de Letras do Brasil – Sec. Ceará, Cadeira 10 e é membro fundador da Academia de Letras do Brasil – Sec. Araripe-CE, Cadeira 02. Tornou-se presidente da instituição desde 2017 e permanecerá no cargo até 2019.

Germá Martins dos Santos
Nasceu em Tarrafas – CE, em 1982. Filho de pai agricultor e mãe professora, sempre estudou na rede pública de ensino. É graduado em Letras pela Universidade Regional do Cariri – URCA – e Especialista em Psicopedagogia e Gestão Escolar pelas Faculdades Integradas de Patos – FIP. Iniciou a carreira de professor em 2001. Exerceu os cargos de Coordenador Pedagógico Escolar entre 2009 a 2012 e Secretário da Cultura do Município de Tarrafas em 2013. Em 2014, lançou um livro de contos intitulado: “Que rádio é esse?” Este conto foi contemplado pelo Edital de Cinema e Vídeo da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e adaptado para o Cinema, na categoria Curta-metragem. Em 2017, Entrou para Academia de Letras dos Brasil/Seccional Araripe, ocupando a cadeira 26. Em 2018, dois poemas foram selecionados em dois concursos literários e estão publicados nos livros Antologia Poesia Agora e VIII coletânea Século XXI. Publicou também a História em Quadrinhos: “As Aventuras de Rob Porto.
José Roberto de Morais Silva
É professor, poeta, cordelista, crítico literário e escritor araripense. Nascido em 1991, no sítio Serra Esperança, Araripe – CE, é sócio efetivo da Sociedade dos Poetas de Araripe – SPA desde 2010 (Ocupa a Cadeira nº 13) e Sócio Fundador da Academia de Letras do Brasil/ ALB – Araripe – CE (Ocupa a Cadeira nº 22). Além disso, leciona na Escola Agrotécnica Francisco Alves de Sousa em Fronteiras – PI e na Escola de Ensino Médio de Campos Sales. Publicou um livro poético “50 Sonetos” (2016) e um livro de crítica literária “Reforma Agrária e o Boi Zebu e as Formigas: uma análise sociológica” (2017), ambos pela Editora Virtualbooks. Publica poemas, crônicas e artigos no blog: joserobertopoeta.blogspot.com. Atualmente, reside no Sítio Tanquinho, Araripe – CE.
Mariano de Oliveira Carvalho
Nasceu em São Paulo, mas é cearense de coração e criação. É filho mais velho de um lavrador e de uma costureira (Seu Valdir e Dona Socorro), responsáveis por sua alfabetização. É irmão de uma professora (Marta Carvalho) e professor graduado em Geografia pela URCA. É especialista em Docência do Ensino Superior e Geoprocessamento, pela PUC de Minas, Geologia Histórica e Paleontologia, pela UFC, e mestre em Geografia, pela UVA. Cristão católico, músico amador, amante da vida, é apaixonado por sua Amapola e aprendiz de poeta. Um ser em (re)construção.

Para conferir mais fotografias do evento de lançamento do livro em Araripe-CE clique AQUI.

0 comentários:

Postar um comentário

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.