quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Jovem ativista novo-olindense, Alan Cordeiro, tem trabalho selecionado para o VII Seminário Internacional Gênero, Cultura e Mudança

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 15 de agosto de 2018
O evento do VII Seminário Internacional Gênero, Cultura e Mudança acontecerá entre os dias 11 e 16 de setembro de 2018, em Fortaleza, Ceará. Após a participação de pessoas de todo o Brasil, o Curta O Gênero divulgou os trabalhos selecionados que vão compor os Simpósios Temáticos do VII Seminário Internacional Gênero, Cultura e Mudança.
Dentre os trabalhos selecionados está o do novo-olindense, Alan Cordeiro - estudante do 3° ano da EEM Padre Luís Filgueiras, Militante do coletivo Kizomba e Ativista dos direitos humanos. O trabalho dele tem como título - DISCUTINDO GÊNERO E SEXUALIDADE DENTRO DO AMBIENTE ESCOLAR: DESCONSTRUIR EM BUSCA DE CONSTRUIR UMA SOCIEDADE MAIS HUMANA E IGUALITÁRIA inscrito no Eixo Gênero, educação e comunicação tendo como orientadora a Profa. Ms Cícera Tayane Soares da Silva.

A data da apresentação será na quarta-feira, dia 12 de setembro nas Salas do Sesc Iracema tendo como Coordenadoras a Profa. Dra. Ana Veloso (UFPE) e a Profa. Dra. Soraya Barreto (UFPE).

Já no dia 1º de setembro acontecerá a inauguração da Exposição Contrastes e Expressões de Gênero, que ficam em cartaz até o dia 30. Entre os dias 11 e 16 será realizado o Seminário, a Mostra Audiovisual, Flash Tattoo, a Feira Criativa e de Livro, Performances e algumas novidades exclusivas desta edição! Nos dias 15, 16 e 22 e 23 serão desenvolvidas atividades teatrais com o Gênero em Cena.

Confira algumas palestrantes já confirmadas para a edição deste ano no evento!
Mariana Mora é mais uma integrante da Mesa: Feminismos latinoamericanos frente ao neoliberalismo, conservadorismos e colonialismos, que vai acontecer no primeiro dia de #CurtaOGenero2018. A convidada vem diretamente da Cidade do México para enriquecer o debate! Mariana é investigadora e professora associada do Centro de Investigações e Estudos Superiores em Antropologia Social na Cidade do México, Doutora em Antropologia pela Universidade do Texas, Austin e Mestra em Estudos Latino-americanos pela Universidade de Stanford. Seus temas de investigação incluem: antropologia jurídica, gênero, processos de racialização e violência; movimentos sociais, descolonialidade e formação do Estado.
Vera Regina Rodrigues da Silva para compor a Mesa: Feminismos latinoamericanos frente ao neoliberalismo, conservadorismos e colonialismos. Vera é professora da Unilab, coordenadora do projeto “Mulheres Negras Resistem – Processo Formativo teórico-Político” e pesquisadora na área de “Antropologia das Populações Afro-brasileiras”. 
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)