quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

População do Ceará será beneficiada com 40 novas Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 01 de fevereiro de 2018
Via Secretaria da Educação/Governo do Estado do Ceará
As 40 novas EEMTIs estão localizadas em 21 municípios. Ao todo, somando às Escolas de Educação Profissional, uma em cada três escolas da rede estadual funciona em Tempo Integral no Ceará
Garantir a educação em dois períodos, ensinando as disciplinas básicas e outras optativas, preparando para o mercado de trabalho, prevenindo a violência e formando cidadãos. Essa é a proposta das escolas em tempo integral, que crescem cada vez mais no Ceará. O Governador Camilo Santana anunciou, na manhã desta quinta-feira (01), a ampliação da jornada prolongada em mais 40 unidades de ensino, somando 111 Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral no Estado. As novas EEMTIs estão localizadas em 21 municípios, dos quais 13 ofertarão o Ensino Médio em Tempo Integral pela primeira vez. O atendimento abrangerá seis mil estudantes.
“O Ceara é hoje o estado que tem a maior rede de educação profissionalizante do país. São 117 escolas do tipo e vamos inaugurar mais este ano. Elas têm mudado a vida dos jovens. Tínhamos a meta de que o Ceará fosse o estado com mais escolas em tempo integral. Em 2015 quando assumi, não havia nenhuma escola regular assim, e hoje, em 2018, já temos 111. O aluno pode escolher o que fazer no segundo período, seja na área de esporte, cultura, línguas. Isso é dar oportunidade, proporcionar um futuro melhor. Todos nós fazemos parte desse projeto. Hoje o Ceará tem reconhecimento de nível nacional, pois a melhor educação pública é nossa. Temos que ter muito orgulho, pois esse é o caminho para construir uma sociedade melhor”, disse o governador.
Neste ano, já serão 228 das 716 escolas estaduais com a jornada prolongada, em 44 municípios, beneficiando cerca de 26 mil alunos. Dessas, 117 são Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs), que ofertam cursos técnicos integrados ao Ensino Médio. Com a inclusão de novas unidades, mais de 30% das escolas estaduais ofertarão o tempo integral. O investimento destinado ao Programa de Ensino Médio Integral chegará a R$ 149,5 milhões em 2018.

Durante a solenidade, realizada no prédio da Secretaria da Educação (Seduc), também foi realizada a entrega simbólica de equipamentos para as 40 novas EEMTIs. As unidades irão contar com centrais de ar-condicionado, armários tipo roupeiro, refeitórios, freezers, geladeiras, balcões térmicos, bebedouros, fogões, liquidificadores industriais e semi industrial, além de carteiras universitárias, computadores e projetores de multimídia. (...)
O Secretário da Educação, Idilvan Alencar, destacou o crescimento do projeto há mais de uma década. “Esse projeto existe desde 2006, quando implantamos a primeira escola profissionalizante de tempo integral, em Brejo Santo. Quando o Governador Camilo Santana assumiu, continuou dando apoio à educação profissional, que é feita toda com dinheiro do Estado. Em 2017, chegamos a 117 escolas de Educação Profissional em tempo integral e, agora no começo de 2018, são 111 de Ensino Médio, também de tempo integral. É importante destacar o esforço num período de dificuldade econômica, pois o Camilo nunca deixou de investir em educação. O Ceará é o segundo estado com mais escolas em tempo integral do país, atrás só de Pernambuco, mas tem sido o mais veloz na implantação”.

Estiveram também presentes na solenidade a vice-governadora Izolda Cela; o vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan; os deputados estaduais Walter Cavalcante, Júlio César Filho, Jeová Mota, Evandro Leitão; o presidente da Aprece, Gadyel Gonçalves; entre outras autoridades. (...)
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)