sábado, 17 de junho de 2017

Poesia - A lua

A noite se aproxima lentamente,
Surgindo majestosa a lua bela,
Ascende para o dia, a sua vela,
Das plagas altaneiras da nascente.

Envolve a mata verde e florescente
Bebendo a noite com o claro dela
Transformando a cor negra em amarela
Deixando a terra toda diferente.

Lua bonita, lua angelical,
Flor cintilante, flor celestial,
Só Deus podia te fazer assim.

Tão linda e meiga, pura e radiosa
E colocar como se fosse rosa
De mais olor do divino jardim.

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)