sexta-feira, 14 de abril de 2017

XII Bienal Internacional do Livro do Ceará

A Bienal Internacional do Livro do Ceará, ao longo de duas décadas, vem-se consolidando como um dos mais importantes eventos culturais do gênero no país e já tem lugar cativo na agenda literária estadual e nacional. Realizada em Fortaleza, de 14 a 23 de abril de 2017 no Centro de Eventos do Ceará, é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar e apoio do Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

A Bienal vai ofertar ao público atrações de natureza artística e literária, englobando palestras, mesas redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e outros eventos literários, além de apresentações com artistas de reconhecimento local, nacional e internacional, combinando uma programação democrática e de acesso gratuito, que atenda a um público plural – infantil, juvenil e adulto.

O evento caracteriza-se pela visibilidade na mídia e grande mobilização social, educacional e econômica. Durante os dez dias da Bienal, promovem-se encontros para ouvir opinião da sociedade e entidades envolvidas com a implementação de políticas públicas para o livro e a leitura; articula-se o fomento e a democratização do acesso ao livro e à leitura com secretarias da educação, estadual e municipais, e com escolas particulares e dialoga-se com o mercado, representado por editores, livreiros, distribuidores e autores independentes.

A mobilização e participação da sociedade se reflete no envolvimento do público durante a realização da Bienal. Quanto à frequência de público, a Bienal registrou, nas duas mais recentes edições, uma média de 55 mil visitantes/dia, seduzidos pelas atrações da abrangente programação temática adequada às diversas faixas etárias (Infantil – Juventude – Adulta) e pela feira de livros.

Em sua XII edição, a Bienal terá como tema Cada pessoa, um livro; o mundo, a biblioteca, que traz em si infinitas possibilidades: a diversidade de expressões, a multiplicidade de vozes; incontáveis itinerários narrativos a proporcionar conexões transculturais, encontros de mundos, diálogos no espaço presencial e virtual, fazendo uma grande homenagem ao acervo literário universal, à cultura e à identidade brasileira como patrimônio da humanidade.

Para maiores informações clique AQUI.

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)