quarta-feira, 19 de abril de 2017

Sobre o jogo Baleia Azul que tal desafios que valorizem a sua vida e as pessoas que te amam

Um jogo mortal vem ganhando popularidade e chamando a atenção de todos na Internet e no Mundo, o denominado Baleia Azul (Blue Whale). Um grupo oriundo da Rússia, conhecido como “#F57”, está sendo investigado devido à suspeita de que, com seu jogo Baleia Azul, já teria induzido muitos jovens, predominantemente na Europa, a cometerem suicídio desde 2015.

Recentemente, no Brasil, alguns jovens estão tendo mortes por suicídio atribuídas ao jogo Baleia Azul. Já estão em andamento investigações referentes à recente popularização deste game criminoso.

No total, são propostos 50 desafios, tais como: escrever com uma navalha o nome daquele grupo na palma da mão, cortar o próprio lábio, desenhar uma baleia em seu corpo com uma faca, até chegar ao desafio final, que ordena tirar a própria vida.

Um dado preocupante é que, após a vítima iniciar os desafios, ela não poderá desistir. Dizem alguns participantes, que caso pretendam desistir, são ameaçados pelos administradores do game, pois se deve ir até o desafio final.

Não há dúvida que esse jogo preocupante e mortal é contrário ao nosso ordenamento jurídico, e fica claro que a conduta dos responsáveis é criminosa.

Vejamos uma opção muito interessante:

Página em resposta a jogo suicida propõe 50 desafios para valorização da vida

O jogo da “Baleia Rosa” também conta com 50 tarefas, mas que fazem bem ao jogador. Elas incluem: “Converse com alguém que você não fala a muito tempo”, “Grite na rua: eu me amo”.
@EUSOUBALEIAROSA
Estamos vivendo uma época de muita descrença, ódio, negatividade, impaciência, indiferença, incertezas. Parece que falta esperança nas pessoas! Nadando contra esta maré, sabemos que a internet pode ser uma poderosa ferramenta para reverter este quadro. Acreditamos que todos têm a capacidade de ajudar outras pessoas e construir o bem. Espalhe a baleia rosa por onde você for! #baleiarosa
Quer jogar baleia rosa clique AQUI.

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)