domingo, 2 de abril de 2017

Psicomotricidade na Sala de Aula

Você tem alunos que esbarram em tudo na sala de aula? Não consegue organizar-se no espaço, mesmo que esse seja o espaço da carteira? Caem com frequência, parecem não ter equilíbrio nem controle do próprio corpo? São os ditos “ alunos estabanados”!!!

Hoje, quero compartilhar com você uma das minhas vivências relacionadas a esta questão. 

Já tive alunos assim, e por mais que eu fizesse em sala de aula era muito penoso e demorado ver alguma melhora. Os movimentos pareciam sempre desordenados, e isso sempre causava tumulto junto a turma.

No início da minha carreira eu via esta situação como uma desordem relacionada a indisciplina, mal sabia eu que na verdade o que estava acontecendo era uma questão de  psicomotricidade que precisava ser trabalhada  junto ao Professor de Educação Física , porque para mim era uma angústia ver certos alunos falharem nas atividades mais triviais na sala de aula, como por exemplo: segurar direito um lápis, pegar e abrir um caderno ou livro, organizar os materiais sobre a carteira, tirar o lanche da lancheira, ou ainda arrumar os materiais dentro da mochila.

Mas, o problema não se restringia somente à sala de aula. Tive um aluno que cada vez que ele saia para o recreio eu sentia um frio na barriga, porque ele gostava de correr e fazia isso na ponta dos pés então parecia que iria cair de boca no chão. Digo para você que eu ficava aliviada quando terminava o horário do recreio.

Conversando com outros Professores vi que eles tinham o mesmo problema, então lá fomos nós pedir orientações ao Professor de Educação Física, afinal, pensava eu: “ isso é um problema que o Professor Educação física tem de “ resolver”, pois não sou professora de educação física.”

Na época o Professor ficou sem fala, literalmente, ele não sabia como nos ajudar, e nem tinha uma ideia muito clara do que queríamos, o fato é que ele achou estranho estarmos pedindo ajuda a ele para os problemas que nós estávamos enfrentando dentro da sala de aula.
Afinal a sala de aula era problema nosso e não  dele.

Ficamos frustradas a princípio, então decidimos sair em busca de informações, e acabamos descobrindo coisas incríveis que nos ajudaram muito dentro da sala de aula. Sei que você deve estar enfrentando problemas similares a estes, e o interessante é que isso não se restringe apenas a Educação Infantil ou Ensino Fundamental, é possível encontrar jovens e adultos totalmente descoordenados, tidos como “ relaxados”, ou ainda “preguiçosos” porque ainda trazem, da infância, questões não trabalhadas relacionadas a psicomotricidade.

Todo Professor de Educação Física deveria poder ajudar, mas, esta ainda não é uma realidade, sei que a nossa formação, quando digo nossa, refiro-me a formação de Educador, não importa qual seja a sua disciplina, ainda está bem distante da realidade que vivemos no dia a dia dentro das escolas e por isso sofremos quando não podemos usar a teoria da Faculdade para solucionar questões mais práticas do dia a dia.

Roseli Brito
Pedagoga - Psicopedagoga - Neuroeducadora e Coach

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)