quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Filme - As melhores coisas do mundo

“Esse é o terceiro longa dos premiados cineastas Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi. É inspirado nos livros da série Mano, de Gilberto Dimenstein e Heloísa Prieto. O protagonista é Mano, 15 anos, que sonha em tocar guitarra para agradar as meninas, e deseja a garota mais “gostosa” da escola, circula de bicicleta pela cidade e vai na onda da turma, tentando ser “popular”. A separação dos pais o coloca em situações difíceis, sobre as quais ele desabafa com sua melhor amiga Carol. Seu irmão mais velho, Pedro, é uma importante referência em sua vida, porém, durante a crise familiar, revela maior fragilidade que Mano. Os adultos são de carne e osso, isto é, também têm dúvidas sobre suas opções, nem sempre dão conta de compreender o que se passa com seus filhos, nem sempre são coerentes. Uma instância formadora privilegiada na trama é o professor de violão de Mano, que é sensível às suas dores e o desafia no aprendizado musical como fortalecimento de sua personalidade. O amadurecimento de Mano é simbolizado pela cena inicial – em que ele se imagina tocando guitarra e sendo aclamado por uma multidão – e a cena final. A cultura digital é bastante presente, mas nem sempre de forma positiva.”

Data do lançamento 16 de abril de 2010 (1h 47min)
Direção: Laís Bodanzky
Gênero Comédia
Nacionalidade Brasil

Trailer

Um comentário:

  1. Já assisti esse filme mais de 5 vezes, e sempre me empolgo vendo.
    Gosto desse tipo de filme que faz, refletir e rir!

    ResponderExcluir

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.