segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

REGRA Nº 10: Mantenha sempre a perspectiva e o bom humor para cada situação

O relacionamento Professor x Aluno é o `calcanhar de Aquiles` de todo Professor, é o ponto fraco onde muitos falham.

Quando os alunos são inquiridos sobre o que acham do Professor as respostas são variadas: “meu Professor é bonzinho”, “carrasco”, “chato”, “grita demais”, “só reclama” e por aí vai em uma infinidade de adjetivos nada positivos.   Mas também há uma luz no final do túnel, dentre as respostas aparecem também o “Professor Legal”.

Para os alunos o “Professor legal”, não tem nada a ver com Professor `bonzinho`. O Professor `legal` é aquele que sintetiza uma série de características que atuam em um conjunto equilibrado de atitudes e comportamentos diários que fazem com que o aluno sinta-se cobrado, respeitado e instigado a sempre empenhar-se mais.  O Professor `legal` tem a capacidade e o talento de motivar, inspirar e desafiar.

Você deve estar perguntando-se: “Quais características são estas que fazem com que a imagem do Professor seja extremamente positiva aos olhos dos alunos?”

Um desses comportamentos é: manter a perspectiva em todas as situações.
Neste caso trata-se de não se deixar levar pelo nervoso, stress, irritação e não sair `batendo boca` com o aluno. O Professor é um adulto, tem uma maturidade conforme sua experiência de vida e formação, coisas que a criança e jovem ainda não tem. Mantenha sempre a perspectiva de Educador (maturidade), jamais caia na posição da criança/jovem (imaturidade).

Outro comportamento que faz o Professor ser considerado `legal` é quando ele sabe equilibrar seriedade (cobrança de tarefas, ensino dos conteúdos, regras, procedimentos) com momentos de humor e descontração e isso implica em saber rir das situações engraçadas e daquelas em que não são tão engraçadas assim. Saiba que,  uma pitada de humor pode desequilibrar e romper qualquer momento de tensão e constrangimento dentro da sala de aula e fora dela.

Para que o Professor consiga `funcionar` no modo `legal` é preciso já ter atingido um patamar de maturidade na sua vida pessoal e profissional. Por isso, reveja todas as áreas da sua vida, reflita sobre o que ainda a motiva a dar aulas, a entrar em uma sala de aula, a fazer parte da vida de crianças e jovens. Se a resposta que você obtiver ainda empolgar você, então já lhe digo, você tem tudo para tornar-se um “Professor Legal”.

Roseli Brito
Pedagoga - Psicopedagoga - Neuroeducadora e Coach

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)