sexta-feira, 1 de maio de 2015

Celebramos o dia do trabalhador

São José Operário (Memória): “Não é ele filho do carpinteiro?” (Mt 13,54-58).
Celebramos o dia do trabalhador. Esta data civil já foi marcada por conflitos e revoltas sociais. O Papa Pio XII (1955) deu aos trabalhadores um protetor e modelo: São José, o operário de Nazaré. Somos convidados a santificar as nossas tarefas diárias, consagrando-as a Deus. Deus, que trabalha sem cessar na santificação de Suas obras, é o que mais deseja que os nossos trabalhos sejam santificados. E Ele nos oferece o modelo de São José. Sem grandes alardes, São José cumpriu com seu ofício. Na carpintaria obteve os recursos para dar de comer à sua família e lhe dar vida decente. Do tempo de São José até os dias de hoje o trabalho passou por muitas transformações. Na recente história do Brasil, acompanhamos os trabalhadores sofrendo com a falta de melhores condições de vida. Nestes últimos dias, por ocasião da Assembleia dos Bispos do Brasil, acompanhamos a sensibilidade dos nossos pastores frente à realidade atual do nosso país. Acerca das discussões sobre a TERCEIRIZAÇÃO DO TRABALHO, afirmaram os bispos: “a lei que permite a terceirização do trabalho, não pode, em hipótese alguma, restringir os direitos dos trabalhadores. É inadmissível que a preservação dos direitos sociais venha a ser sacrificada para justificar a superação da crise”. Aproveitemos as comemorações do Dia do Trabalhador para reafirmarmos a dignidade da pessoa humana. Olhemos para o carpinteiro de Nazaré. Olhemos também para o Padre Cícero que consagrou o Juazeiro com terra de oração e trabalho. Sejamos seus imitadores, para fecundarmos e multiplicarmos os dons que Deus nos deu nesta terra. Na 1ª leitura (Gn 1,26 – 2,3), Deus viu que a sua obra era muito boa e a santificou por isso. Que Deus, por intermédio de São José Operário, abençoe os nossos trabalhos e todos os trabalhadores, amém!
A nossa bênção a todos os trabalhadores.

Do amigo, Padre Aureliano Gondim - Vigário Paroquial da Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores - Juazeiro do Norte/CE.

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)