sexta-feira, 8 de agosto de 2014

História do doutor Carl Hart, primeiro neurocientista negro da Universidade Columbia, dos Estados Unidos


De infância pobre, Carl Hart cresceu nos guetos norte-americanos e se envolveu com drogas e tráfico durante a juventude.
Carl Hart "acredita que as drogas não são responsáveis pela violência urbana: têm apenas o papel de ‘bode expiatório’ de governos que não se comprometem com políticas sociais para combater a desigualdade social e garantir acessos e oportunidades a seus cidadãos mais carentes. Para ele, ‘o crack é o menor dos problemas na cracolândia (termo abominado por ele, aliás, por estigmatizar determinado grupo de pessoas)’. Ao compararmos o uso de crack nos anos 1980 e 1990 nos EUA e hoje no Brasil, vemos que na época os norte-americanos encaravam a droga como a causa dos problemas enfrentados pelos usuários negros. Depois de duas décadas, ficou claro que o uso de crack era mero sintoma de problemas maiores como dificuldades econômicas, falta de oportunidade e de educação. O Brasil está repetindo os erros dos EUA.”

QUESTIONAMENTO
Por que a maioria das ações de prevenção e tratamento continuam a se pautar em uma via repressora, muitas vezes, sem qualquer evidência científica, estigmatizando usuários e centralizando nas substâncias, e não se voltam para a questão das determinantes sociais que produzem vulnerabilidades psicossociais que estão na base do uso problemático relacionado às drogas?

- Porque as políticas públicas deveriam não apenas centralizar o foco nas substâncias, mas nas condições em que o sujeito está inserido. Na maioria das vezes a baixa escolaridade, fatores como desemprego e falta de estrutura familiar os conduzem ao mundo das drogas. Nem sempre a família colabora, seja dando apoio ao tratamento do indivíduo ou até mesmo acompanhando sua recuperação, em alguns casos os abandonam diante da situação. Seria necessário compreender o contexto que leva o sujeito a se tornar um usuário de drogas, seja esta lícita ou ilícita.

FONTE:
Curso Prevenção dos Problemas Relacionados ao Uso de Drogas: Capacitação para Conselheiros e Lideranças Comunitárias - 6ª edição, promovido pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça (SENAD-MJ) e executado pelo Núcleo Multiprojetos de Tecnologia Educacional da Universidade Federal de Santa Catarina (NUTE-UFSC).

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)