terça-feira, 25 de março de 2014

Feriado do Dia da Abolição da Escravatura no Ceará - 25 de Março

Cidade Cearense foi a primeira a Abolir Escravidão no Brasil

O município de Redenção (antes chamado de Acarape), localizado no Maciço de Baturité, recebe esse nome por ter sido a primeira cidade brasileira a libertar todos os seus escravos.
O Ceará foi a primeira província do Brasil a abolir a escravidão. Em relação as demais províncias era a que menos possuía escravos, pois eram traficados para os centros cacaueiros, cafeeiro e açucareiro por bons preços.
Essa exploração foi, aos poucos, despertando repulsa entre os cearenses que iniciaram, em Fortaleza, em 1879, um movimento emancipador denominado “Perseverança e Porvir”.
Sociedade Libertadora

Em 1880, os abolicionistas fundaram a Sociedade Libertadora Cearense com 225 sócios, cujo presidente provisório foi João Cordeiro. Para divulgar seus ideais, em 1881, fundaram o Jornal O Libertador.
As datas festejadas pelo município de Redenção, foram marcantes no processo de libertação dos escravos. Em 25 de março de 1881, por exemplo, a Sociedade alforriou 35 escravos. Outra sociedade contribuiu para o movimento abolicionista. Tratou-se do Centro Abolicionista 25 de dezembro, fundado em 19 de dezembro de 1882. Dessa maneira, em 25 de março de 1884, foi abolida a escravidão no Ceará.
Os jangadeiros cearenses também aderiram ao movimento abolicionista e, em janeiro de 1881, fecharam o porto de Fortaleza ao embarque de escravos. Eles eram liderados por Francisco José do Nascimento, conhecido como Dragão do Mar.
No dia 1º de janeiro de 1883, a Vila do Acarape, atual Redenção, emancipou seus escravos há menos de um ano antes da província do Ceará. O povo redencionista guarda na memória o gesto heróico de ter libertado seus 116 escravos. Assim, Redenção é conhecida como Rosal da Liberdade.
O Ceará foi a primeira província do Brasil a abolir a escravidão.
Dia de Palestra nas Turmas do 3ºB e 2ºD da EEFM Padre Luís Filgueiras. É preciso olhar a História sob uma visão crítica, formando opiniões baseadas em argumentos consistentes! Somos assim, eternos aprendizes!  

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)