quarta-feira, 8 de abril de 2020

Maestros criam rede colaborativa para minimizar efeitos da Pandemia

Lucélia Muniz
Ubuntu Notícias, 08 de abril de 2020
Via Sinfonia.Br
No Ceará, assim como o que ocorre em vários estados do Brasil, as Bandas de Música atuam como escolas de Música, educando musicalmente crianças e adolescentes, além de levar o entretenimento ao público. Diante do cenário de Pandemia, as bandas de Música interromperam as suas atividades artísticas e formativas, deixando centenas de estudantes de Música no Ceará sem poder participar de suas atividades presenciais.
Com o objetivo de minimizar os impactos da Pandemia na vida das crianças e adolescentes que estudam música nas bandas, um grupo de maestros criou a Rede Sinfonia.Br de Bandas e Orquestras do Ceará.
A Rede conta com o apoio do Sistema Brasileiro de Bandas e Orquestras (Sinfonia.Br) e da Orquestra Contemporânea Brasileira. Já fazem parte do projeto maestros que representam 20 municípios, todos alunos da Mentoria Orquestra de Sopros, treinamento desenvolvido pelo maestro Arley França e voltado à formação de regentes de banda.
“Através da nossa Mentoria, os maestros participantes já estavam recebendo orientação para o desenvolvimento de suas carreiras e gestão estratégica de suas bandas de música. Com o aparecimento da Pandemia, surgiram também novos desafios. Por isso criamos uma rede privada que já está compartilhando experiências e estratégias que visam dar apoio educacional e afetivo aos nossos estudantes e músicos, que já somam cerca de 600 beneficiários”, afirma o maestro Arley França, coordenador da rede e maestro da Orquestra Contemporânea Brasileira.
Os maestros da Rede Sinfonia.Br de Bandas e Orquestras do Ceará se reúnem todos os dias, através de vídeo conferência, desde a semana passada. Nas reuniões estão sendo planejadas ações sistematizadas no campo da educação musical, como aulas online e a criação da Orquestra de Sopros do Ceará, que acontecerá inicialmente de forma virtual e presencialmente quando assim for possível.
O Ceará possui mais de 200 bandas de música distribuídas em seus 184 municípios. A Rede Sinfonia.Br espera que outros maestros de bandas e orquestras possam aderir ao movimento e assim beneficiar mais crianças e adolescentes, estudantes de música, nesse momento onde é imprescindível a união de todos no enfrentamento à pandemia.
Segue a lista dos maestros que deram início à Rede Sinfonia.Br de Bandas e Orquestras do Ceará.
Arley França – Fortaleza;
Adriano Martins – Pindoretama;
Bidu Fernandes – Milagres;
Diego Melo – Sobral;
Eder Wagner – Fundação Tuboarte/Jaguaribe;
Geovane Silva – Itatitra;
Higo Sampaio – Pindoretama;
Jonas Clares – Piquet Carneiro;
Jorge Nobre – Ipu;
Lula de Rocha – Várzea Alegre e Baixio;
Márcio Almeida – Chorozinho/Horizonte;
Patrocínio Sousa – Aiuaba;
Paulo Diniz – Tauá;
Paulo Fabiano - Instituto Santa Cecília (Santana do Cariri)/Araripe;
Rildon Sales – São Benedito;
Rubens Martins – Morrinhos;
Wdelânio Pinheiro – Milhã;
Wellington Oliveira – Barro e Mauriti.
Para maiores informações sobre a Rede Sinfonia.Br de Bandas e Orquestras do Ceará, os interessados devem enviar mensagem para o e-mail sinfoniabrcontato@gmail.com ou pelo WhatsApp (85) 9 8899 1061.

0 comentários:

Postar um comentário

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.