terça-feira, 24 de julho de 2018

Por Regiopidio Lacerda

Nosso corpo é a armadura
Que a nossa alma abriga
E talvez ninguém consiga
Fazer uma ruptura
Nos momentos de amargura
Vê-se a alma desolada
E o corpo sente a pancada
Comprovando a união
A matéria é a mansão
Da alma fazer morada
Regiopidio Lacerda
Mote: Acrízio de França

Na viagem derradeira
Não terei o que portar
Aliás, vou carregar
Uma vida passageira
Lembrança, riso, besteira
O que eu soube cultivar
E no túmulo irá constar
Essa frase na entrada
"Se pra cá não trouxe nada
Nada também vou levar"
Regiopidio Lacerda
Mote: Normando Cordeiro
http://www.ubuntunoticiasce.com.br/2017/08/ubuntu-noticias-oferecimento.html

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)