terça-feira, 14 de novembro de 2017

Dia da CONSCIÊNCIA NEGRA será lembrado na CASA DO INFINCADO, distrito de Genezaré, em Assaré

Via Secretaria da Cultura, Turismo, Desporto e Lazer de Assaré-CE
No próximo dia 24 de novembro será comemorado o DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA no Município de Assaré, distrito de Genezaré.  Este evento será o 9º a ser realizado nessa comunidade, com o objetivo de manter viva a cultura e memória dos negros que foram importantes para a construção e formação do nosso país.

Inicialmente, haverá a celebração da missa pelo Padre Vileci Vidal, às 08:00 horas da manhã e, em seguida, apresentações e projetos culturais apoiados pela   SECULT/ASSARÉ, a saber:
LANÇAMENTO DO CORDEL “MÃE ÁFRICA”;
APRESENTAÇÃO DO GRUPO DE MANEIRO PAU;
RODA DE CAPOEIRA.

O evento é organizado pela CPT – Comissão Pastoral da Terra, pelo Padre Vileci Vidal, membro nato da Pastoral, pela Comunidade de Genezaré, pela Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental Joaquim Neco da Costa, Professora Cidália da Escola Sítio do Meio, de seus familiares e de toda a comunidade circunvizinha em parceria com a Secretaria de Cultura do município de Assaré. Consta, ainda, na solenidade, a participação do GRUPO QUILOMBOLA DO SÍTIO ARRUDA, do município de Araripe.

A missa para comemorar o dia DA CONSCIÊNCIA NEGRA foi idealizada pelo Padre VILECI VIDAL, membro da CPT (Comissão da Pastoral da Terra). A Fazenda Infincado foi escolhida porque foi nela onde se registrou a maior concentração de escravos serviçais (domésticos) do Município de Assaré.

Segundo Padre Vileci, o objetivo maior das comemorações do DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA na Fazenda Infincado é chamar a atenção de toda a comunidade assareense e circunvizinha para duas situações de agressão aos direitos humanos que ainda persistem, que são: a segregação racial pela discriminação sobre negros e índios, que ainda hoje não tiveram seus problemas amenizados por políticas públicas e a escravidão que continua nas áreas de latifúndios em vários estados brasileiros.

Salienta-se, ainda, que a Secretaria de Cultura de Assaré firmou uma parceria com o Padre Vileci para que tudo aconteça da melhor maneira possível.
Sobre o Casarão
Via blog Jangada ao mar
Localizado no distrito de Genezaré, em Assaré, o casarão do Barão de Aquiraz sofre com a falta de conservação. Construção de meados do século XIX, a casa foi erguida por mão de obra escrava, com material extraído da própria região. Hoje se encontra desabitada e sem uso, mas, para os moradores daquela localidade, é um verdadeiro baú de histórias fantásticas. Por vezes, é o Barão que surge como figura cruel, cometendo atos de perversidade com os escravos; em outros momentos, é o fantasma, que indica onde estão escondidas as botijas que deixou; além de histórias de quem se aventurou a ir até lá ou passar uma noite sob o teto da velha casa.

0 comentários:

Postar um comentário

Grata pelo comentário! Volte sempre! :)