domingo, 28 de novembro de 2010

Sentimentos...


Neste mundo imperfeito,

Escrevo para aliviar a dor de meu peito,

Das lembranças deste invólucro,

Encravado no olhar.


Rasgo se absurdo,

O que vejo espelhado,

Nas letras do que escrevo,

Em mensagens deixo escapar.


Espantoso dizer adeus,

Quanto tento matar a saudade,

Das lágrimas que resvalam em meu rosto,

Do que sinto não expressar.


Então, se eu errar perdoa,

Por que ainda estou aqui de novo,

Com folhas espalhadas pelo chão,

Escrevendo sem me encontrar...


Lucélia Muniz

28 de novembro de 2010.

0 comentários:

Postar um comentário

LUCÉLIA MUNIZ FRANÇA
Blogueira, Professora e Microempresária. Membro da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe-CE, Cadeira nº 35 que tem como Patrona a Professora e Artesã - Maria Constância da França Muniz. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri-URCA com habilitação em Matemática. Especialista em Matemática e Física pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN.